Colecionarte: colecionar é um hobby que passa de pai para filhos e une os irmãos

Colecionar objetos é um desses hábitos que pode ser praticado por pessoas de qualquer idade. E, uma das características mais marcantes do colecionismo talvez seja justamente a união de pessoas das mais variadas gerações. Esse encontro de pessoas de diferentes idades foi percebido em todas as edições no Colecionarte, e não deve ser diferente agora. Retornando ao formato presencial, o evento de colecionismo acontece neste final de semana, dias 13, 14 e 15, no Parque de Eventos Almiro Grings, em Igrejinha.

Presença confirmada no Colecionarte, os irmãos Igor Wasem, 41 anos, empresário, e Ivan Wasem, 46 anos, relojoeiro, são colecionadores desde a infância, estimulados pelo exemplo do pai que também era colecionador. Apaixonados por antiguidades, os dois estiveram presentes desde a primeira edição como público e, a partir da seguinte, como expositores. Para esta edição a expectativa é superpositiva. “Que tenhamos bastante expositores, diversas coleções de variados temas e que grande público venha prestigiar o evento que é superinteressante. Que possamos trocar ideias e experiências”, declara Igor.

O Colecionarte é um evento pioneiro em reunir diversos tipos de coleções para exposição em um mesmo lugar e chega à sua sétima edição em 2022. A entrada é gratuita e podem participar pessoas de todas as idades.

Paixão pelas antiguidades

Gramofone, vitrola, rádios, máquinas fotográficas, embalagens, brinquedos, algumas literaturas, louças, máquinas de costura, bicicletas, moto e carro, também temos selos, moedas e cédulas de dinheiro, carteiras de cigarro, chaveiros, caixas de fósforo. Estes são alguns dos itens da coleção de itens antigos que Igor e Ivan colecionam. São peças que fazem parte da história e que atravessam o tempo, cuidadas com muito zelo e preservadas através dos anos. Ainda na infância, a dupla via o pai querendo guardar, conhecer e muitas vezes restaurando objetos, além de carros antigos, o que fez com que fosse natural surgir o interesse por também colecionar.

A paixão em comum, unia o pai e os filhos e hoje aproxima também os irmãos. “A gente ficava muito junto principalmente para restaurar algum objeto, na busca de ir atrás dos itens ao não encontrar o original, estudar e buscar o mais parecido possível. Depois nos reuníamos para ver e desfrutar do resultado, como sentar na frente de um rádio valvulado e ouvir emissoras de outro idioma. Hoje, como irmãos, o que mais nos diverte é ‘garimpar’ peças e artigos antigos para ir aprimorando e acrescentando em nossas coleções”, conta Igor. Para o evento deste ano, os itens escolhidos para a exposição dos irmãos são rádios antigos.

O colecionismo não é um hobby fácil e simples de ser praticado, pois exige bastante dedicação e comprometimento, além de cuidado com os itens que compõem as coleções. Ainda assim, para quem gosta, sempre é tempo de estimular a prática. “Para um jovem que está pensando em colecionar, eu diria que vá em frente nessa ideia, encontre o tema que lhe é interessante, que te desperta curiosidade de saber mais sobre cada item, seja uma coleção de moedas, quadrinhos, pedras ou imãs de geladeira. Procure encontrar quem também coleciona o mesmo para trocas de itens, conversas e conhecimentos”, dá a dica.

O Colecionarte é realizado pelo Município de Igrejinha, através da Secretaria de Turismo e Cultura, em parceria com a Associação dos Amigos da Cultura, História e Colecionismo (ASACHIC). Na sexta-feira e no sábado, o evento acontece das 9 às 19 horas e no domingo, das 9 às 17 horas, com entrada gratuita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s