Curso de Psicologia da Faccat comemora 20 anos

Sorrisos, abraços, lágrimas de felicidade. Reencontros de colegas de profissão. Um misto de sentimento e de dever cumprido, com desejo de novas conquistas e metas.  Assim foi a solenidade de comemoração dos 20 anos da implantação do curso de Psicologia das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) e dos 15 anos do Centro de Serviços em Psicologia (CESEP). O cerimonial ocorreu na noite de 8 de novembro, no foyer do Centro de Eventos, reunindo ex-coordenadores, egressos, docentes e acadêmicos.  Na avaliação do diretor-geral da Faccat, Delmar Backes, o curso de Psicologia tem um diferencial, que é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Durante a integração, ex-coordenadores do curso e do CESEP relataram suas experiências e aprendizados em suas gestões. O sentimento de gratidão é estendido a todos os presentes. O primeiro coordenador de Psicologia da Faccat, o professor Fernando Dewes, contou a trajetória de como foi o processo de construção do curso. “Trabalhamos duro, noite e dia para que fosse aprovado o curso. Tínhamos que fazer um curso diferente para ser aprovado. Não podia ser igual aos cursos que já tinham por aí.  Então trabalhamos muito para elaborarmos um curso diferenciado, que sensibilizasse, que desse justificativa da importância e do valor de Taquara, para ter o curso de Psicologia. Foi uma saga, mas hoje é um motivo de orgulho para todos nós “, enfatiza.

Ouvir com o coração

A atual coordenadora, Ana Paula Lazzaretti de Souza, agradece a todos que ajudaram a construir a credibilidade do curso e que ajudaram a torná-lo de qualidade desde o início. “Agradeço a todos os colegas professores, a todos que ajudaram a construir o curso de Psicologia ao longo desses anos. Agradeço ao professor Delmar pelo acolhimento, pelo cuidado que ele tem pelo curso, pela confiança que tem em nosso trabalho. Nossa história é feita de chegadas e de partidas de colegas e de alunos, mas que deixam um legado”, sintetiza. 

O diretor-geral da Faccat, Delmar Backes, ainda comenta que o curso foi criado para atender a comunidade. “ É um trabalho comunitário ser psicólogo. Eu sempre digo isso. O psicólogo é muito especial. Ele deve, principalmente, aprender a ouvir com o coração, porque muitas vezes a boca não consegue externar tudo, e aí, o psicólogo tem que saber ouvir com o coração”, destaca. 

*Fotos: Claucia Ferreira/Faccat

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s