Quatro séries de animações que não são para crianças!

Engana-se quem pensa que animação é coisa para criança. Algumas até são, como esses filmes de animação que listamos na semana passada (vem reler essas dicas para ver com a família toda). Essas produções ganham cada vez mais o mundo jovem-adulto, com estórias que contam diferentes temas e focos. São séries com assuntos mais adultos, para você olhar e se divertir com conteúdos que, com certeza, tu vais se identificar em algum momento.

  • Rick e Morty (2013) – Classificação 16

É uma série que mistura comédia e ficção científica. Foi criada por Justin Roiland e Dan Harmon para o bloco de programação adulta do Cartoon Network. Os personagens principais são suavemente inspirados no filme De Volta Para o Futuro: Rick (Justin Roiland) no cientista Doc Brown e Morty (Justin Roiland) no Marty.

Rick é um cientista alcoólatra e seu neto Morty é um adolescente com 14 anos de idade. A série mostra os dois viajando por dimensões paralelas, alternando a realidade e às vezes cometendo alguns crimes intergalácticos. A série foi lançada em 2013 e têm quatro temporadas – todas disponíveis na Netflix.

Rick and Morty.jpg
  • Big Mouth (2017) – Classificação 16

O foco da série é explorar ao máximo as situações que estão presentes na vida dos pré-adolescentes. Big Mouth foi criada por Nick Kroll, Andrew Goldberg, Mark Levi e Jennifer Flackett e é baseada na vida dos dois primeiros criadores.

Os personagens principais são Nick e Andrew, melhores amigos desde a infância, mas a cena é roubada pelo Monstro Hormonal que está sempre pronto para dar conselhos. Só que esses, na maior parte das vezes, seria melhor que não fossem seguidos. Os episódios trazem à cena a puberdade, o sexo e as dúvidas comuns da idade, como sobre ser ou não homossexual ou como conquistar uma pessoa. A série é original Netflix, foi lançada em 2017 e possui três temporadas.

Big Mouth
  • Paradise Police (2018) – Classificação 16

A série foi criada por Waco O’Guin e Roger Black e se passa na cidade de Paradise. Ela acompanha a vida de policiais incompetentes de uma delegacia muito estranha, onde quem cuida do departamento de narcóticos é um cachorro viciado.

O enredo gira em torno da produção de metanfetamina na cidade. A série tem pouca originalidade, mas é possível dar boas risadas. Ela traz diversas referências, incluindo da série Stranger Things, também do streaming Netflix. A animação tem alguns temas considerados polêmicos, como raça, religião, identidade de gênero, armamento, entre outros. A série é original Netflix e contém duas temporadas.

Paradise Police.jpg
  • Desencanto (2018) – Classificação 14

A história foi criada por Matt Groening, mesmo criador dos Simpsons. Desencanto se passa no reino da Terra dos Sonhos e conta a história da princesa alcoólatra Bean (Abbi Jacobson), seu companheiro Elfo (Nat Faxon), que não quer ser feliz e seu demônio pessoal, Luci (Eric André). Bean tem problemas com o pai que quer que ela se case, mas ela se recusa e foge para a floresta. Ela tem problemas com a bebida e fica sempre no bar e ela está sempre disposta a viver inusitadas aventuras ao lado de seus amigos, nem que para isso ela precise enfrentar ogros e humanos tolos.

Desencanto.jpg

Já assistiu alguma? Qual gosta mais? Tem outras indicações?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s