Slow Fashion: Você sabe como consumir de forma consciente?

Hoje vamos conversar um pouco sobre o outro lado da moda, digamos assim, aquele que não esta na mídia e que por vezes não sabemos exatamente o que é ou como funciona: o Slow Fashion! Foi com inspiração no Slow Food, movimento que prega a qualidade nas refeições, que uma consultora inglesa criou o Slow Fashion: movimento que promove a conscientização sobre o consumo e a produção de moda.

Pode-se dizer que a moda lenta (slow fashion) surgiu como uma alternativa ao tão famoso Fast Fashion, meio de produção das grandes cadeias de moda do mundo. A moda rápida que não se preocupa com os valores do trabalho, impactos ambientais, qualidade e originalidade das roupas, apenas replicando tendências das passarelas a preços mais baratos.

O movimento slow veio contra essa tendência de consumo exagerado, valorizando  os pequenos produtores, criações autorais, como também peças atemporais que possam ser usadas em diversas temporadas sem perder seu charme.


A moda consciente

No campo da sustentabilidade, a moda consciente te faz pensar sobre os impactos que a produção em grande escala traz ao meio ambiente, como o desperdício de água. Te faz pensar também de forma ética: será que vale a pena comprar daquela marca que teve denúncias de trabalho escravo? Ou aquela estampa linda, onde o designer não ganhou seus direitos autorais?

O movimento também estimula a pensar sobre a real utilidade da roupa, como uma camiseta básica. Será que pode ser usada por mais vezes? Com que peças irá combinar? E também sobre a sua temporalidade e qualidade do tecido. Fazendo com que se opte por comprar peças mais clássicas. O consumo consciente faz com que você compre peças que combinem com seu estilo pessoal, deixando, por vezes, a tendência do momento de lado. Mas garantindo mais originalidade aos seus looks.

db0726c49979ad9e22cc81e4025bbd6b-800x445
Frase da Estilista Vivienne Westwood. Fonte: PJ Comunicação

 

Outro ponto importante para lembrar: de forma consciente não ficamos “todos iguais”, algo comum com roupas de fast fashion. Incentivando a pequena produção, se tem a oportunidade de usar estampas e modelagens diferentes, novas formas de combinar as peças e com roupas bem mais duráveis.

Dentro do Slow Fashion, um movimento que vem ganhando muita força no mercado de moda é o Fashion Revolution, que foi criado com objetivo de conscientizar as pessoas sobre os verdadeiros custos das roupas e impactos de suas produções. Esse movimento global, tem uma semana de conscientização anual que ocorrerá no final desse mês em indústrias e escolas de moda do mundo todo. A principal pergunta a ser respondida é : “Quem fez minhas roupas?

tpm-07-18-fashion-rev-materia1
Imagem utilizada pelas marcas e designers para conscientizar as pessoas sobre o consumo de moda na semana do Fashion Revolution.

Espero que, assim como eu, você tenha conseguido parar para pensar um pouco sobre isso. Existem muitas marcas de Slow Fashion, é só pesquisar. Temos bem pertinho da gente e muitas vezes não reparamos porque na lojinha tal tem tanta roupa bonita não é mesmo?

Claro que não precisamos criar uma revolução e abandonar aquelas roupas da moda da loja bacana, mas vamos nos atentar as etiquetas das nossas roupas e quem sabe dar uma conversada com aquela amiga que tem uma marca de roupas e que não tínhamos prestado atenção até então. Ela vai ter muita coisa pra te mostrar e te explicar, antes de simplesmente te vender uma peça. E ainda assim movemos a nossa economia local 😀

Uma ótima semana e até mais, se quiserem podemos falar sobre algumas marcas Slow por aqui 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s