A mania de querer achar o culpado pelo leite derramado ao invés de limpar

Hoje quero falar da CULPA, este sentimento que a gente carrega mesmo sem saber e que foi o que me levou a buscar a terapia e trabalhar como coach. Se engana quem pensa que nesta culpa moram apenas graves erros cometidos ou crimes hediondos.

A culpa pode estar naquilo que fizemos, falamos ou pensamos, que se estiverem fora dos padrões, faz com que acreditamos estar errado, apenas por ser diferente. Esta mesma culpa nos leva a reprovação e a desvalorização de nós mesmos onde buscamos meios de fuga para nos aliviar, porque ela é vista como um arrependimento por atitudes tomadas.

A culpa vem do anseio pela perfeição de que quanto melhor quisermos ser, menos erros admitiremos. Mas somos seres imperfeitos e como diz meu amigo Sérgio Lampert: “necessitamos errar, porque depois de um erro, vem um acerto.”

A culpa é liberada quando assumimos a responsabilidade pelos danos causados e que na maioria das vezes se esconde no nosso inconsciente, de forma invisível, causando tristeza e angústia, por isso muitas vezes não sabemos nem explicar o que estamos sentindo e apenas choramos.

No coaching gosto de dar exemplos e prefiro pegar os meus para não expor outras pessoas e deixar o coachee mais a vontade: Gosto de controlar e vou dar este exemplo que é bem complicado para mim e pode ajudar alguém que perceba o mesmo: Comer apenas alimentos saudáveis.

A culpa que coloco em mim por não conseguir comer apenas alimentos saudáveis, faz com que comer apenas alimentos saudáveis seja tão importante e perfeito demais para não deixar de ter vontade de me alimentar com alimentos não saudáveis e porque foge do meu controle.

Esta culpa faz com que eu não coma apenas alimentos saudáveis tão pouco fique em paz com os meus sentimentos, sofrendo uma espécie de remorso. E essa culpa torna a gente prisioneira desta ideia fixa pois deixamos de ser quem somos para se tornar o crítico desta pessoa.

✓ Não temos o controle da vida;
✓ Podemos fazer escolhas;
✓ Entender de onde vem a(s) culpa(s) que carregamos;
✓ Podemos errar;
✓ Podemos estar criando fugas para aliviar nossa culpa;
✓ Quais fugas são estas?

muri
Foto tirada durante a formação do coaching em uma dinâmica sobre confiança

Que tipo de culpa tu carrega dentro de ti?
Tu te sente culpado por fugir de padrões ou já te sente culpado sem ter arriscado?
Tu te permite errar sem te sentir culpado?
E se tu soubesses que aliviando tua culpa tu te sentiria mais leve e em paz contigo mesmo?
Precisa de ajuda para falar sobre isso?

Com amor Muri Coach

💛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s