Concurso Canta Kinder Igrejinha celebra novos talentos da música e premia vencedores durante Feira do Livro

A manhã de sábado (25), começou celebrando o talento de jovens cantores igrejinhenses na 20ª Feira do Livro de Igrejinha. O 1º Canta Kinder Igrejinha, promovido através de uma parceria entre a Secretaria de Educação de Igrejinha e a empresa Calçados Piccadilly, teve suas etapas semifinal e final durante o evento e abertas ao público. Na primeira fase, as oito crianças semifinalistas disputaram um lugar no ranking da grande final. Em seguida, na última avaliação, foram definidas as crianças vencedoras do primeiro, segundo e terceiro lugar da competição.

A grande campeã do concurso musical foi Maria Eduarda Neves Negreiros, 12 anos, estudante da EMEF Bairro Moinho, que ganhou, além do troféu e do certificado, um notebook de última geração. O segundo lugar ficou com a aluna Camylle Teixeira de Oliveira, da EMEF Dona Carolina, que levou para casa o troféu, certificado e um tablet. O terceiro colocado foi a aluna Julia dos Passos Sanco, da Escola Luterana Redentor, que junto com o troféu e o certificado ganhou um celular. Os prêmios foram patrocinados pela Piccadilly. Além das três finalistas, a manhã musical contou ainda com as apresentações de Isabela Hörlle, Kaleb Luiz de Souza, Larissa Weber da Cruz, Letícia Rafaela da Silva e Vitória Sodré de Queiroz.

Emoção da vencedora

Maria Eduarda canta desde os quatro anos, sendo parceira do seu pai com quem aprendeu a cantar e fez suas primeiras apresentações. Ao lado dele, junto do Trio Geração Três, se apresentava com o nome de Duda do Forró. Em 2020, em função da pandemia, parou com os shows, mas a dupla manteve algumas lives em parceria com outros artistas. Em seguida, ele faleceu vítima da covid-19, o que acabou fazendo com que ela deixasse a música um pouco de lado. No entanto, o dom e a paixão acabaram sendo estimulados agora com o concurso Canta Kinder Igrejinha, onde se sentiu estimulada a participar da competição. Além de cantar, ela toca violão e teclado e está tentando fazer uma carreira solo. Sobre a vitória no concurso, Maria Eduarda sente-se feliz acredita que tem uma missão. “Estou representando as pessoas que gostam e tem o sonho de cantar, mas também aquelas que tem vergonha de cantar para o público, porque a vergonha faz a pessoa esconder muito o talento”, declara já estimulando as pessoas a cantarem e vencerem a vergonha.

O incentivador do projeto

Foi através de Paulo Grings, que se declara fã do programa The Voice Kids, exibido pela Rede Globo, após ver uma apresentação musical de crianças igrejinhenses, que a ideia começou. “Eu fiquei emocionado. Lembro que Igrejinha já teve concursos musicais e senti que seria legal voltar. Esta é uma oportunidade para a Piccadilly participar das coisas da comunidade, pois o histórico mostra que a empresa sempre esteve envolvida, fazendo muito por Igrejinha e quer fazer sempre mais. É ótimo poder estimular as crianças porque não tem mais importante já que elas são o futuro da cidade, das empresas, da nação. Fiquei muito surpreso com os talentos e estou muito feliz com essa parceria”, declara e agradece pela receptividade da Secretaria de Educação e da administração municipal em tornar o projeto realidade.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s