Artista de Três Coroas idealiza exposição e media sarau na Casa de Cultura Mario Quintana

A Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), instituição da Secretaria da Cultura (Sedac), dá continuidade à programação do Mês do Orgulho LGBTQIAP+ com a abertura da exposição “E se: Um diálogo sobre como seria”. O projeto idealizado e criado pelos artistas e ativistas trans Gustavo DeonLuka Machado pode ser visitado a partir do sábado, 25 de junho, no segundo andar da CCMQ, prédio Gasômetro (Andradas, 736 – Centro Histórico). As visitas acontecem diariamente, das 10h às 20h, com entrada franca.

A mostra tem a intenção de propor desconforto a partir do reconhecimento do cenário em que vivemos no Brasil, país extremamente violento contra corpos LGBTQIAP+. Luka é travesti e acredita que a exposição se trata de um manifesto. “Há uma grande ferida, intrínseca em nossos dias. O incômodo é perceptível, porém não é urgente, mais um dia e passa. Como ARtistas, não podemos deixar faltar o AR para tratar. O que fazemos é abrir essa ferida para que se infecte e cause cicatriz grave, para que seja visível. Uma fratura exposta não se ignora. Nós a abrimos na certeza de que haja testemunhas e que essas testemunhas se curem e curem o mundo. E se a gente acordasse e o mundo estivesse curado, como seria?”, provoca Luka.

O manifesto reúne respostas ao questionamento: “O que mais machuca você enquanto pessoa LGBTQIAP+?“. Os resultados provocam sonhar com a utopia de como seria viver uma outra realidade, livre do preconceito e da discriminação, além de conduzir o público a refletir sobre sua posição diante do quadro para transformá-lo.

Também no dia 25 de junho, acontece o Sarau Artístico que celebra o Mês do Orgulho LGBTQIAP+. A atividade ocorre às 18h30, no Quintana’s Bar, no mezanino da CCMQ. O evento conta com diversas apresentações de música, dança, performance e poesia, com artistas da comunidade LGBTQIAP+ como Gabriel Cervo, Valéria Barcellos, Fayola Ferreira, Zaire, Sophie e Kanauã. A mediação fica a cargo de Luka Machado.

A intensa agenda de ações afirmativas organizadas pelo Núcleo Educativo da CCMQ para dar visibilidade aos direitos, à arte, à economia criativa e solidária da comunidade LGBTQIAP+ é realizada em parceria com outras instituições da Sedac, como a Cinemateca Paulo Amorim e o RS Criativo – programa estratégico do Governo do Estado voltado ao fomento da economia criativa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s