Inventário sobre Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural foi entregue ao município de Três Coroas

A noite de 23 de junho tornou-se um marco na história do município de Três Coroas. Após meses de estudo, de pesquisa, de levantamento e de catalogação, o resultado do Inventário do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural foi entregue para a Administração Municipal, em um cerimonial no Centro de Cultura que reuniu autoridades, pesquisadores e comunidade. O documento tem aproximadamente 60 bens materiais e imateriais inventariados e foi elaborado pelas Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), por meio do curso de História. “O trabalho contou com a participação efetiva da comunidade e envolveu 68 pessoas de forma direta e outros tantos que contribuíram. Esta produção foi uma construção coletiva, passando por muitas intervenções e revisões, das mais diferentes formas”, destaca a coordenadora do curso de História, Andrea Helena Petry Rahmeier. A solenidade contou com a apresentação especial da Orquestra Municipal Huberto Schmitt Müller, de Três Coroas.

Na avaliação do prefeito de Três Coroas, Alcindo de Azevedo, o material elaborado é fundamental para a posteridade do município.  “É uma documentação muito importante porque hoje as pessoas mais jovens não conhecem o nosso município. Este projeto veio para documentar aquilo que no futuro, nossos netos, bisnetos, vão ver e ler. Vão saber o que é o município de Três Coroas”, destaca. O prefeito ainda ressalta que se o Poder Público não fizer esse movimento, a história da cidade se perderá com o tempo. “Não podemos deixar que se perca a história de nosso município. Temos que preservá-la. Nossa cidade tem muita história”, enfatiza.

Na opinião do diretor-geral da Faccat, Delmar Backes, o Inventário do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural é importante para os municípios, pois é uma forma de valorizar aquilo que os ancestrais realizaram. “É preciso valorizar aquilo que foi feito pelos antepassados, e também para que as pessoas tenham consciência de que o futuro depende do passado e do presente, que tudo é uma sequência e consequência”, analisa Backes, que também é o presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede Paranhana/Encosta da Serra).

O projeto e trabalho realizado

O Inventário do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural é um instrumento de conhecimento das características e da cultura do município de Três Coroas e importante ferramenta de gestão, planejamento e instigador de políticas públicas de cultura. É um documento fundamental para direcionar ações de políticas públicas de preservação.

O projeto foi apresentado pelo Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Paranhana (Corede), resultante da Consulta Popular e aprovado pela Secretaria de Cultura do Rio Grande do Sul.  A pesquisa foi realizada por meio das pesquisadoras Elaine Smaniotto, Dalva Reinheimer, Andrea Rahmeier e Elen Waschburger e pelos acadêmicos bolsistas do curso de História, Camila Brum, Carolina S. Moraes, Kennedy Felipe Behling Azevedo, Richard Boher SouzaBraian Lucas Nunes Schuck e entre outros pesquisadores voluntários com apoio da comunidade, por meio de depoimentos, acesso à acervos de fotografias e jornais. A pesquisa foi desenvolvida entre setembro de 2021 até junho de 2022.

*Fotos: Claucia Ferreira/Faccat

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s