De filho para pai: Carlos Nejar sucede o filho, Fabrício Carpinejar, e é o patrono da Feira do Livro de Porto Alegre 2022

A Câmara Rio-Grandense do Livro anunciou na manhã desta segunda-feira (20) o nome do Patrono da 68ª Feira do Livro de Porto Alegre, que acontecerá de 28 de outubro a 15 de novembro de 2022, na Praça da Alfândega. O escolhido foi o escritor Carlos Nejar, que teve seu nome anunciado em coletiva de imprensa realizada no Master Express Grande Hotel, no Centro Histórico da capital gaúcha.

Comovido com a homenagem, Carlos Nejar disse estar emocionado com o fato de suceder o seu filho Fabrício Carpinejar, patrono de 2021. “Esse fato me sensibiliza muito e essa lembrança da Feira do Livro da minha terra é uma grande honra para mim”, afirmou o escritor.

“Neste momento em que todos estão se reencontrando, a Feira do Livro é um espaço de resistência, o que ficou demonstrado inclusive no período de pandemia. Em nome do governo do Estado, quero reafirmar o nosso compromisso com a cultura do Rio Grande do Sul. A Feira é um evento muito caro para todo o Estado. Por muitos anos eu vinha a Porto Alegre para beber dessa Feira do Livro e aprender para então replicar em Pelotas, a minha cidade”, disse a secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo.

A secretária da Cultura representou ainda o governador do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, acompanhada da diretora do Instituto Estadual do Livro (IEL), Patrícia Langlois. Participaram o presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Maximiliano Ledur; o patrono da 67ª Feira, Fabrício Carpinejar; e o coordenador de Literatura e Humanidades da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Sérgius Gonzaga.

Carlos Nejar

Luís Carlos Verzoni Nejar, mais conhecido como Carlos Nejar, é um poeta, ficcionista, tradutor e crítico literário brasileiro, membro da Academia Brasileira de Letras e da Academia Brasileira de Filosofia. Nascido em Porto Alegre, em 1939, é considerado um dos mais importantes poetas da sua geração. Nejar, também chamado de ‘o poeta do pampa brasileiro’, destaca-se pela riqueza de vocabulário e pela utilização das aliterações, que tornam seus versos musicais. Lançou seu primeiro livro, Sélesis, em 1960. Como tradutor traduziu autores como Pablo Neruda. O critico literário Ronald Augusto o colocou como um dos três melhores poetas do seu estado no final dos anos de 1970, juntamente com Mario Quintana e Heitor Saldanha.

Feira do Livro de Porto Alegre

Tradição de quase 70 anos, a Feira volta a ser realizada de forma 100% presencial, depois de dois anos em formato digital e híbrido em razão da Covid-19. A Feira do Livro de Porto Alegre terá sua 68ª edição, na Praça da Alfândega, no Centro Histórico da capital gaúcha, onde ocorre desde 1955. Em 2022, faz parte das comemorações pelos 250 anos de aniversário de fundação da cidade. Trata-se do mais antigo evento do gênero realizado de forma contínua no Brasil. Em 2006, recebeu a medalha da Ordem do Mérito Cultural, da Presidência da República, que a reconheceu como um dos mais importantes eventos culturais do Brasil. Um ano antes, havia sido declarada Bem do Patrimônio Cultural Imaterial do Estado e, em 2010, foi o primeiro bem registrado pela Prefeitura de Porto Alegre como integrante do Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial da cidade. Editores, distribuidores de livros e livreiros associados à Câmara Rio-Grandense do Livro, que promove o evento, oferecem ampla gama de livros nacionais e estrangeiros, nos formatos tradicional, digital e acessível, a preços reduzidos, além de suas tradicionais caixas de saldo e promoções.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s