Faccat e Observatório Espacial Heller & Jung se unem em prol da pesquisa científica

Incentivar o gosto pela pesquisa, além de ser fonte de produção de novos conhecimentos científicos, é uma das principais finalidades da parceria firmada entre as Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), por meio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Faccat (PPGDR), com o Observatório Espacial Heller & Jung. A partir de agora, o Observatório estará oportunizando à Faccat o desenvolvimento de novas pesquisas de forma gratuita.

A primeira iniciativa é o projeto Sensor.Community. “O sistema possibilitará o desenvolvimento de pesquisas na área ambiental por parte do professor Dr. Carlos Fernando Jung e do professor Dr. Victor Fernandez Nascimento, ambos professores do PPGDR”, destaca o coordenador do Mestrado da Faccat, o vice-diretor de Pesquisa e Pós-Graduação,  prof. Dr. Roberto Tadeu Ramos Morais, que ainda explica que a iniciativa também viabiliza a integração com a graduação através da participação do professor Me. Frederico Sporket, do curso de Engenharia de Produção,  com alunos do ensino fundamental e médio de toda região.

O programa Sensor.Community

O Mestrado em Desenvolvimento Regional junto com o Observatório Espacial Heller & Jung passam a integrar a rede mundial que monitora a qualidade do ar. “Todos podem acessar livremente e de forma gratuita os dados gerados no mundo todo durante as 24h (acesse neste link)”, explica o proprietário do Observatório e professor do Mestrado da Faccat, professor Dr. Carlos Fernando Jung, que também é o coordenador e docente dos cursos de Engenharia de Produção e Gestão da Qualidade.

A finalidade será comparar os dados gerados pelo sensor instalado no Observatório com dados de satélites climatológicos gerando informações sobre a qualidade do ar na Região do Paranhana, Metropolitana e Litoral. “Para tanto, serão ainda instalados sensores no litoral e em Porto Alegre”, revela o professor Jung.

Rack onde está o sensor – Crédito: Carlos Fernando Jung/Observatório Espacial Heller & Jung

Estímulo à prática da ciência

Os dados gerados pelo sensor implantado na área do Observatório fornecem informações sobre a qualidade do ar, podendo viabilizar inúmeras novas pesquisas em todo território nacional e em nível internacional. “Também podem ser utilizados em projetos de iniciação científica como estímulo à prática da ciência por alunos do ensino fundamental e médio das escolas da Região do Paranhana”, salienta o professor pesquisador Dr. Carlos Fernando Jung.

“Os alunos poderão acessar os dados gerados aqui e no mundo todo para serem propostos novos projetos nas escolas. O envolvimento com este tipo de pesquisa contribui muito para a educação ambiental das crianças e jovens”, enfatiza.

O Observatório Espacial Heller & Jung

O Observatório Espacial Heller & Jung tem por finalidades, além da produção de conhecimento científico, uma proposta didática de estimular alunos do ensino fundamental e médio a prática da ciência de forma totalmente gratuita. Também disponibiliza a pesquisadores externos todos dados, informações e equipamentos para a realização de novos projetos. 

O Observatório não possui qualquer fim lucrativo e todas as informações científicas geradas são de livre acesso às instituições e pesquisadores.

*Foto de capa: Professor Carlos Jung – Crédito: Daniel Bitello/Faccat

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s