Atleta de Riozinho é a primeira do Vale do Paranhana a conquistar vaga para o Troféu Brasil de Atletismo nos 10.000m

Das ruas de Riozinho para a mais importante competição de atletismo do país. Quem conquistou o feito foi a atleta amadora Fabrícia Barnart Magalhães que, na última sexta-feira, 14, atingiu o índice para competir na edição XL Troféu Brasil Caixa de Atletismo, na modalidade dos 10.000m rasos.

A advogada de 27 anos completou o percurso com a marca de 39 minutos e 39 segundos. Quase sem acreditar, ela comemora o momento. “Ainda não caiu a ficha, pois eu assistia o Troféu Brasil pela TV e admirava tanto os atletas que estavam lá. Agora eu vou correr do lado deles! É uma sensação incrível, um misto de adrenalina com felicidade e dever cumprido”, celebra.

A paixão pela corrida de rua já vem há seis anos. Fabrícia começou com um grupo de amigos, somente por praticar o esporte e, assim, surgiu a fundação da Equipe Los Tratores, para participar das provas. No início de 2019, ela começou o treinamento com planilha personalizada de corrida com o treinador Lucas Radkte, da assessoria Mantenha-se Em Movimento, de Igrejinha, aperfeiçoando a performance para competir.

Organizada pela Confederação Brasileira de Atletismo, o Troféu Brasil é uma das principais competições nacionais do segmento. O “Troféu Brasil de Atletismo” é realizado anualmente e verifica o desenvolvimento do nível técnico no país dos atletas na modalidade e, quando for o caso, serve para a seleção de atletas visando participação em eventos internacionais.

Rotina de treinos com foco e dedicação

Fabrícia corre seis vezes por semana, cerca de 90 quilômetros no total. A rotina se alterna entre treinos regenerativos, treinos de tiros (velocidade), intervalado e Fartlek, além de praticar treinos de resistência (com altimetria). Além disso, uma vez por semana faz Pilates e três vezes por semana faz academia com reforço e treino funcional. Até a competição, que será disputada entre os dias 10 e 12 de junho no estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), na Vila Clementino, em São Paulo, os treinos seguirão um cronograma pré-determinado. Nas duas primeiras semanas seguirá sua planílha normal e nas duas semanas que antecedem a competição vai baixar o ritmo de treino para 50km semanais e assim chegar com o corpo leve para a competição.

O foco e a dedicação de Fabrícia são endossados pelo seu treinador, que vibra com ela a conquista. “Ela é uma atleta muito comprometida, que tem muita vontade e treina muito. Junto com a orientação e toda a dedicação que ela já tem há anos, sabíamos que um dia a hora ia chegar. Essa foi a primeira vez que ela pisou em uma pista de atletismo, enfrentou toda essa tensão e tem condições de correr sub 39 (menos de 39 minutos). Estar junto com as melhores atletas do país é incrível e o nosso principal desejo é que ela melhore a marca pessoal dela”, declara o professor Lucas. A atleta e o treinador (foto de capa) foram a Osório para conseguir fazer a prova e catalogar a marca, uma vez que o Vale do Paranhana não possui uma pista de atletismo oficial.

Marca importante e conquista inédita

Fazia mais de 14 anos que nenhum atleta do Vale do Paranhana atingia a marca para competir no Troféu Brasil. Isso dá ainda mais orgulho e motivação para Fabrícia. Correr faz parte de sua rotina, de seu dia a dia e do que ela é. “Acredito que correr é um modo de você enfrentar sua versão, enfrentar você mesmo. Não é fácil manter a disciplina em cumprir a planilha todos os dias, seguir uma alimentação regrada e preencher as horas de sono necessárias quando não estamos em nível de atleta profissional. Mas a paixão e amor pelo esporte é tão grande que a recompensa faz esquecer os dias mais pesados”, declara a atleta.

Ela atribui o sucesso e os resultados ao apoio que recebe das pessoas e ao suporte técnico que envolve a sua preparação: treinador Lucas Radkte da assessoria Mantenha-se Em Movimento, academia Meta Centro de Treinamento, mobilidade Cássia Oliveira (Bio Mobilidade), suplementação da Pro Athletic  Suplementos, nutricionista Taisa Petry, pilates Clínica Ana Cláudia Caldatto  e Atelier de Calçados Joir. “Além do meu namorado, que também é corredor, minha família me apoia muito, e as energias positivas dos amigos e da população riozinhense ajudam demais para que seguimos motivados a treinar”, destaca.

Para viajar a São Paulo, até o momento, a atleta vai contar com o apoio das empresas do município Supermercado Barnart, Ferramentas Paraboni, Atelier de Calçados Joir, Inovar Esquadrias em Madeira, Agafarma Rolante – Riozinho e Óptica Ravello.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s