Memórias de famílias em tempos de pandemia são retratadas em produção audiovisual

O momento de ficar em casa apresentado sob a perspectiva das crianças. Este foi o objetivo do projeto “Memórias de família, um olhar poético na pandemia”, criado pela produtora de audiovisual Joana Thomazoni, 38 anos, e contemplado pela Lei Aldir Blanc em Três Coroas.

O vídeo retrata as vivências e rotinas de sete famílias através de fotos e poesias feitas por crianças de 7 a 12 anos. A exposição poética foi um convite aos alunos do Espaço Catavento, como continuidade ao projeto desenvolvido no ano de 2017 de fotografia documental de família, sob o nome de “Olhar poético através da fotografia familiar”, coordenado por Joana.

Após quatro anos, a pandemia de Covid-19 apresentou um novo cenário e uma adequação urgente a uma nova realidade. Era uma oportunidade de envolver os alunos em um novo projeto de criação e protagonismo. “Como uma forma de reflexão a estas mudanças, convidei as mesmas crianças para trazer o seu olhar genuíno e sincero sobre o seu dia a dia em meio à pandemia, além de uma pequena poesia escrita. A construção do vídeo foi a partir de imagens do cotidiano de sete famílias, pelo olhar das crianças, compiladas com trechos de suas poesias narradas por elas mesmas”, explica Joana.

A exposição poética virtual que une fotografia e poesia teve a participação de Arthur Coe Araújo, 9 anos, Adam Romão, 12 anos, Pedro Henrique Piazza de Souza, 9 anos, Lucca Batista Fuentes, 10 anos, Monique Fischer Zorn, 9 anos, Marco Artur Wilbert, 12 anos, e Marina Kirch, 9 anos .

Para Joana, que trabalha há 12 com produção audiovisual, o processo foi muito gratificante com um feedback positivo das famílias após a finalização e divulgação do vídeo, que foi surpresa até para eles. “Com relatos emocionados, as famílias compartilharam sua alegria em fazer parte do projeto que tem como objetivo transmitir uma mensagem de otimismo e gratidão à vida neste momento tão delicado que estamos vivendo”, celebra o resultado. 

Assista ao vídeo produzido a partir da sensibilidade das crianças em suas fotos e poesias:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s