Projeto coloca empreendedorismo, empregabilidade, saúde e arte LGBTQIA+ em destaque

Com o desejo de encorajamento mútuo, partilha de referenciais e afeto através da arte surgiu o Pra (a)colher: nós em movimento, buscando dar visibilidade a artistas, empreendedores e pessoas LGBTQIA+ em um movimento de ocupação das redes sociais. Idealizado por Luka Machado e Gustavo Deon, o projeto é composto de cinco ações nas redes sociais de Luka, sendo três lives no Instagram, trazendo assuntos como vivências trans no interior do Estado, empregabilidade LGBTQIA+ e acolhimento familiar. Haverá ainda uma roda de conversa sobre partilha de referenciais, experiências e vivências artísticas, através da plataforma Google Meet, aberta a todo o público. O fechamento será com uma mostra artística, apresentada no Facebook, com interpretações de músicas autorais, performances, poesias e corpos dançantes. A primeira ação acontece nesta sexta-feira, 05, a partir das 20 horas, com presença da artista Ariel Peluz, de Igrejinha, falando sobre “Vivências de corpos trans no interior”.

O projeto busca por representatividade, pontuando o quanto ela é essencial e necessária para a construção de si e para uma possível rede de apoio. “Quando pensamos em referenciais, não nos são apresentados corpos como os nossos, causando assim um rompimento nas expectativas e no nosso desenvolvimento sócioeconômico e cultural no país. Esse projeto pretende abrir espaços de representação e identificação, na intenção de entregar mais possibilidades e oportunidades a comunidade LGBTQIA+. Somos somas de vivências, somos a estatística que permanece viva e buscamos conhecimento para não mais sofrer de forma passiva os danos da desinformação e da ignorância. O Brasil é o país de maior índice de intolerância e violência contra pessoas LGBTQIA+”, pontua Luka.

Convite do primeiro encontro, que será realizado nesta sexta-feira

A dupla organizadora vai receber para debates e bate-papos esclarecedores 11 artistas e apoiadores: Ariel Peluz, Vicente Lara, Raíssa Sakol, Maria Celeste Graef, Lau Graef, Anne Plein, Bruna Johann, Natê, Savana Flores, Scher Dias e Vergílio Lopes. O projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc em Três Coroas.

Confira detalhes da programação:

  • O que: Live” VIVÊNCIA DE CORPOS TRANS NO INTERIOR”
    Quando: 05/02
    Onde: Instagram @_lukkam
    Participação: Ariel Peluz, mulher trans e artista performática.
    O objetivo é falar sobre como é viver em cidades do interior, onde existem barreiras de informação e constantes opressões especialmente relacionadas a estereótipos. Falta de acolhimento e olhares do público entrarão em pauta. Nesse lugar de compartilhamento de vivências, se buscará instigar reflexões sobre formas de agir e reagir às diferenças enquanto sociedade.
  • O que: Live” EMPREGABILIDADE LGBTQIA+: CONSTRUINDO NOSSAS PRÓPRIAS NARRATIVAS”
    Quando: 12/02
    Onde: no Instagram @_lukkam
    Participação: Raíssa Sakol, empreendedora e produtora de moda; e Vicente Lara, transmasculino, artista visual autônomo e estudante de Artes Visuais pela UFRGS.
    Segundo dados, a taxa de desemprego entre pessoas LGBTQIA+ cresce constantemente. Ao falar sobre empregabilidade, busca-se instigar o fazer próprio, a construção de próprias narrativas e a criação de oportunidades, com referenciais reais de pessoas que confiaram em suas potencialidades e obtiveram renda de seus ideais e propósitos.
  • O que: Live “DIÁLOGOS E PRÁTICAS DE ACOLHIMENTO”
    Quando: 19/02
    Onde: no Instagram @_lukkam
    Participação: Maria Celeste Graef, Mestre em Psicologia pela PUC, com diversos cursos de extensão na área, nacionais e internacionais. Mãe de Lau. e Lau Graef, homem trans, estudante de Artes Visuais pela UERGS e Pesquisador de Masculinidades Dissidentes.
    A saúde mental abalada e a tensão no convívio familiar são as problemáticas mais gritantes durante esse período de pandemia. A live é um convite profundo à escuta de um referencial de amor e acolhimento familiar, através de mãe e filho.
  • O que: Roda de conversa “UM DIÁLOGO SOBRE O SER EM DESCONSTRUÇÃO”
    Quando:  28/02
    Onde: no Google Meet
    Será um espaço de debate, trocas e conhecimento, a fim de potencializar e contribuir pra ressignificação da forma de existir enquanto indivíduos sociais. A conversa será aberta a todos os públicos, possibilitando assim interação de qualquer pessoa que se permitir trocar. O encontro se dará em uma sala virtual em que as pessoas receberão um link de participação. A conversa será mediada por Luka Machado e Gustavo Deon.
  • O que: Mostra Artística Virtual: NÓS EM MOVIMENTO
    Quando: 07/03
    Onde: no Facebook através da Ferramenta streamyard
    Participação:
  • Anne Plein, mulher cis lésbica, bailarina, formada em Dança pela UFRGS e pesquisadora no Mimese Cia. de Dança-Coisa.
  • Bruna Johann, mulher cis lésbica, atriz, pesquisadora e escritora. Formada em Teatro pela UERGS, indicada a premiações nacionais e internacionais.
  • Natê, homem trans, músico e compositor.
  • Savana Flores, mulher cis bissexual. Atriz e empreendedora, estudante de Teatro pela UERGS.
  • Scher Dias, pessoa trans de gênero fluido. Bailarine e pesquisadore em Dança, formada pela UERGS.
  • Vergílio Lopes, homem cis gay. Artista visual, ilustrador e empreendedor.
    Um momento de celebrar a ARTE e a DIVERSIDADE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s