Terceira edição da revista Paranhana Literário é lançada valorizando a arte em diversas formas

A revista digital Paranhana Literário, idealizada pelo escritor e jornalista Doralino Souza, chega à sua 3ª edição com motivos de sobra para comemorar. Isso se dá devido a boa repercussão que o informe literário, lançado em agosto deste ano, vem recebendo em todo o Brasil e até mesmo no exterior.

E como sucesso puxa sucesso, a boa aceitação da revista pelo público faz com que os autores que contribuem com esta obra também venham ser reconhecidos. Doralino acredita que uma das principais metas para a revista está sendo conseguida. “Creio que a revista está atingindo o objetivo: oferecer espaço de publicação para autores inéditos e contribuir com a divulgação da literatura produzida, tanto no Paranhana, quanto em outros lugares do Brasil”, comemora o escritor.

Doralino conta que essa receptividade atravessou as fronteiras e tomou proporções maiores que as desejadas inicialmente. “Temos recebido muitos textos dos mais diversos lugares do Brasil e até de fora dele, tanto que, nas duas últimas edições, publicamos textos da Argentina. É emocionante ver o quanto a revista está sendo acessada nas mais diversas regiões e, como temos colunistas que moram fora do Brasil (em Lisboa, Israel e EUA), acaba surgindo inúmeros acessos nesses países”, enfatiza.

Criadores da revista Paranhana Literário: Os professores Ana Braz e Valter Ribeiro (revisores) e o escritor Doralino Souza (editor)

A 3ª Edição

A revista segue o propósito de acolher diferentes estilos de escrita, formando um mosaico de narrativas, além de, também, apresentar outras expressões artísticas, como teatro, música, artes plásticas, arte sequencial e, claro, matérias especiais e entrevistas com autores já consagrados. Uma mescla com o melhor da literatura da região com diversos talentos do mundo

Logo de cara, a capa mostra o talento que o Vale do Paranhana carrega, com o trabalho da artista taquarense, que atualmente reside em Três Coroas, Karien Goettert. E como o objetivo é apresentar o criador e a criatura, a revista abre espaço para uma entrevista bem bacana com a artista.

A novidade para esta terceira edição fica por conta da inclusão da música no projeto. Com uma entrevista bem legal com o músico TH (Thiago Heinrich), os artistas dos ritmos e melodias ganham mais um importante espaço para poder divulgar seus trabalhos e ideias. Entre as contribuições desta edição, está uma crônica da escritora Roseli Santos (que integra o time de colunistas do Drops do Cotidiano – clique aqui para ler seus textos) além de entrevistas com o escritor Luis Dill, com Henrique Schneider falando sobre o livro Setenta, entre inúmeros artistas desconhecidos ou já consagrados.

A revista digital Paranhana Literário pode ser acessada através deste link.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s