O QUE FICA DE 2020? O que vai para o pote da gratidão?

Caraca! Que ano foi esse?!

Um ano em que fomos forçados a viver experiências inimagináveis. Talvez você, assim como eu, pensou que seriam duas semanas ou, no máximo, quarenta dias de uma mudança de rotina, de distanciamento social, mas não. Foi o ano inteiro! E o pior é que ainda não acabou! A gente já cansou do vírus, pena que ele não cansou da gente!

Final de ano é um período comum para ‘fechar para balanço’, hora de olhar se o saldo é de ‘lucro’ ou ‘prejuízo’ nos últimos doze meses. Mas diferente do mundo dos negócios, onde há necessariamente um saldo positivo ou negativo, na nossa vida podemos ter ambos, lucros e prejuízos. Se serve de consolo, vale lembrar que, o mundo inteiro está vivendo esta pandemia e não há quem fique alheio aos impactos desse fenômeno. O mundo inteiro ainda está em meio a uma tempestade, porém, cada um dentro do seu barco (com seus recursos e também limitações).

Tínhamos muitos planos e, certamente, muitos deles não se concretizaram, foram ajustados ou adiados simplesmente. SOBREVIVER passou a ser meta mais importante para 2020, com saúde física, mental e econômica. Você já se deu conta que, mesmo em um ano tão adverso, és um sobrevivente?! Somos sobreviventes e isto deve ser comemorado.

3 sugestões de perguntas para olhar os LUCROS DE 2020:

  1. O que você aprendeu em 2020? A ser mais empático/solidário? A fazer uso de novas tecnologias? A ter mais autonomia? A se reinventar? A ter um equilíbrio maior entre trabalho e família?
  2. Pelo que você é grata (o)?
  3. O que você quer levar deste ano para 2021?

Vivemos em um mundo VUCA (acrônimo em inglês que significa volátil, incerto, complexo e ambíguo), onde não há certezas absolutas, nem um caminho único e garantido. A competência da vez é a ADAPTABILIDADE para lidar com a mudança constante e imprevisível deste mundo VUCA.

Se você está triste pelo que não conseguiu realizar neste ano e está vendo o ‘copo meio vazio’, tenho uma dica: pegue um vidro usado e o nomeie ‘pote da gratidão’. Diariamente coloque um bilhetinho dentro desse pote com algum motivo pelo qual você é grato. Nos dias mais tristes, revisite seu pote da gratidão. Há mais para agradecer, mesmo diante um cenário caótico.

Meu conselho: Tenha PLANOS, METAS, seja GRATO, tenha PACIÊNCIA e ESPERANÇA.

‘Te desejo VIDA’ nesta reta final de 2020.

Veja também o texto que escrevi recentemente sobre ‘como quero que o ano de 2020 seja lembrado’.

Me conta o que você leva de aprendizagem desse texto? Manda uma fotinho do seu pote da gratidão (vou adorar).

Grande abraço! Lu Linden.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s