Escritora Léia Cassol estrela vídeo em projeto voluntário de contação de histórias para crianças em hospitais

A autora e contadora de histórias Léia Cassol faz parte da relação de personalidades que se uniram à causa da Associação Viva e Deixe Viver (vivaedeixeviver.org.br), entidade que conta com 1,3 mil contadores de histórias voluntários. Ela é a atração inédita desta semana do projeto Viva Personas, criado para levar por meio do ambiente virtual a magia da literatura para crianças e jovens hospitalizados, além daqueles que estão em casa neste de isolamento.

“A menina do cabelo roxo em: O chá das maravilhas”, de sua autoria, foi a história escolhida pela escritora. A gravação está disponível no portal BisbilhotecaViva. O livro ressalta temas como amizade, valores, sentimento e acolhimento.

A autora entrou no universo da literatura pelas histórias que o pai lhe contava, quando era bem pequena. Depois, quando foi para a escola, encontrou uma professora que a encantou com as histórias que estavam nos livros. Aos 16 anos começou a trabalhar em editoras. Lia muito, fazia feira de livros em escolas e contava as histórias que lia. Com o tempo e o estudo, foi além, e passou a escrever. Hoje atua como contadora de histórias e escritora de literatura infantojuvenil.

Em dezembro de 2019, Léia participou das programações do Projeto Ler, nas Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), encantando a garotada com suas canções e intervenções culturais (Relembre como foi).

As histórias não podem parar

A idealização do Viva Personas começou quando o grupo de 1,3 mil voluntários da entidade se viu impedido de entrar em 86 hospitais espalhados pelo país para contar histórias às crianças e jovens internados. Essa atividade, que em agosto completa 23 anos, foi interrompida pela pandemia e as crianças, agora também isoladas em casa, ficaram ainda mais sozinhas. Para multiplicar o alcance da ação e transmitir carinho, afeto e esperança a todas as crianças e famílias brasileiras, os vídeos ficarão disponíveis por tempo indeterminado no portal Bisbilhoteca Viva.

Além da participação de Léia, é possível assistir cerca de 50 histórias gravadas por personalidades como Emicida, Zeca Baleiro, Giovanna Antonelli, Antonio Fagundes, Cláudia Raia, Jarbas Homem de Mello, Sophia Abrahão, entre muitos outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s