Ilana Lehn estreia na literatura com “Alérgicos: Cuidado! Pode conter poesia.”

Criada junto aos livros, com mãe escritora e forte envolvimento com manifestações culturais. Assim é Ilana Lehn, conhecida voz e intérprete do Sarau com Café e do Saraucoteando, que lança o seu primeiro livro no ano definido por ela como louco. “Alérgicos: Cuidado! Pode conter poesia” foi produzido em nove meses, mas seu início data de mais de 15 anos atrás. “Foram poemas escritos nos mais diversos lugares, nas mais diferentes condições. Confesso não lembrar de todas, aliás, lembro de poucas! (risos) Algumas delas sei que escrevi na estrada ou depois de algum sarau, depois de alguma experiência absurda ou esperando um ônibus. Os poemas não sabiam onde iriam parar, nem se teriam rumo, mas achei, no início desse 2020 louco, que seria um bom momento para soltar alguns deles no mundo”, conta a escritora estreante. 

Geóloga e pesquisadora da Unisinos, Ilana lê de tudo, porém tem bem definido o que prefere escrever: poesia. A forma mais natural que tem de expressar o seu mundo. Sempre na estrada e trabalhando muito, ao ser perguntada sobre ‘quem é a Ilana?’, ela responde que não costuma pensar muito nisso, que prefere fazer poesia. “Creio que nas páginas do “Alérgicos..” as pessoas saberão um pouco sobre mim. Ou sobre elas mesmas. Afinal, a arte reflete quem a recebe. Enfim… o que quero dizer é que somos aquilo que vivenciamos. E eu sempre fui alguém que vive intensamente e busca saborear cada momento com o que pode ter de bom. E isso depois vira poesia. Que fazer?!”, declara aos risos.

Para marcar o lançamento do livro, Ilana fará uma live no dia 3 de novembro, em parceria com o bar Porto Imbé, e também está projetando um sarau ainda de forma virtual, em função da pandemia, com o grupo Saraucoteando, do qual faz parte. Tão logo seja possível, pretende fazer um encontro presencial. O livro estará à venda na Livraria Salazar (Taquara) e na Manas Livraria (Igrejinha). Ele também pode ser encontrado virtualmente pelo MercadoLivre

Confira entrevista exclusiva do Drops do Cotidiano com a autora:

Drops do Cotidiano:  Como a literatura entrou na tua vida e qual a importância dela pra ti?
Ilana
: Fui criada numa família que lê muito. Minha mãe desde cedo me incentivava à leitura, me contando histórias diariamente. Eu vivia cercada de livros, que eram meus brinquedos favoritos, junto com dinossauros de plástico (risos). Não consigo imaginar alguém viver sem se entregar às histórias que os livros carregam. Penso que através da literatura atingimos mundos inimagináveis e criamos o mundo como pensamos ser melhor também. 

D: Como foi a escolha do nome do livro?
I
: O nome foi uma junção de duas situações. Na primeira, alguns meses atrás, estava bebendo num bar em Porto Alegre e um vendedor de cadernetas artesanais me ofereceu uma que tinha escrito algo como “contém poesia” na capa. Comprei, óbvio! Mas não sei onde enfiei, pois minha vida mudou muito neste ano e perdi muita coisa pelo caminho. Talvez algum dia ainda encontre. Aí em algum outro momento, mais recentemente, estava comendo alguma coisa com uma composição muito específica, tipo manteiga de amendoim, e na embalagem dizia “Alérgicos: contém amendoim.” E eu pensei, “nossa, mas será que as pessoas precisam realmente ser avisadas do óbvio?” Então me dei conta de que sim, as pessoas têm dificuldade com as coisas óbvias e lógicas. Aí juntei as duas coisas e surgiu o “Alérgicos: cuidado! Pode conter poesia“, avisando as pessoas para evitar acidentes. (risos)

D: O que os leitores vão encontrar nesta obra? O que tu esperas que eles sintam?
I
: É complicado falar sobre as reações das pessoas, pois a arte atinge cada um de uma forma diferente, então só posso falar do que espero que aconteça. Bem… espero que meus leitores tenham bons momentos ao lerem os poemas e que aproveitem cada um deles como doses de alívio ou ânimo, conforme a necessidade de cada um. Há boatos que existem reações alérgicas a esse livro.. então aviso, cuidado!

D: Fizeste algumas lives com pessoas que fazem parte da história do livro, como surgiu essa ideia?
I
: Como o ‘Alérgicos…’ já é uma ideia antiga e desde muito tenho pessoas especiais me acompanhando na vida literária, quis bater um papo com cada uma das que construíram o livro comigo. Certamente tive muitas outras influências, mas a Roseli Santos é minha parceira de saraus há mais de 15 anos e sempre acreditou muito em minha capacidade. A Marisabel Lehn é também minha parceira de eventos literários e foi a pessoa que me ensinou o amor pelos livros. O Daniel Cavalcanti é um amigão muito querido, com quem muito dividi histórias e hoje é meu parceiro musical. E o Dilan Camargo foi o primeiro poeta que li e me encantei. Então foi incrível juntar todos abençoando meu “primeiro filho”! 

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s