Cultura in Casa é sucesso de público e arrecada mais de 3 toneladas de alimentos

Quatro encontros que levaram entretenimento, música, curiosidades e ensinamentos, mas acima de tudo, fizeram o bem. O Cultura in Casa, através do seu Leilão de Alimentos, arrecadou 3.029 quilos – mais de três toneladas – e cumpriu seu maior objetivo de ajudar as famílias que estejam necessitando nesse momento.

Nesta sexta-feira, 14, foi realizado o quarto e último encontro deste projeto, tendo como tema central a cultura e o mercado da cerveja artesanal. Com participação da diretoria da Associação dos Cervejeiros Artesanais de Igrejinha (Acervai), o tema foi amplamente debatido por Luiz Gustavo Ritter e Edemar Pavan, presidente e vice, e ainda trouxe dicas de harmonização entre cervejas e pratos com Darnei Stein e Daniel Wilbert. As dicas de culinária foram conduzidas pelo chef Antônio Almeida, da Bia Haus, e as músicas, ao melhor estilo pop rock nacional, com o cantor Fábio Ermel. Esta edição chegou a ter parte iniciada na sexta-feira, 7, mas devido a problemas técnicos teve que ser transferida.

Promovido pela administração municipal de Igrejinha, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, com o apoio do Gabinete da Primeira Dama e parceria com o Sobrinhos Rock Bar, os quatro encontros somaram mais de 50 mil visualizações entre o Facebook e o YouTube do município. O coordenador municipal de cultura, Maxwel de Matos, destaca que a proposta do Cultura In Casa era levar entretenimento nesse momento de isolamento social. “As autoridades de saúde pediam esse distanciamento no momento, o ‘fique em casa se puder’, e fazer isso, numa cidade que tinha eventos a toda hora, programações em cima de programações para as pessoas fazerem e se ocuparem, é muito difícil. Tínhamos o dever de pensar e preparar algo para ajudar nessa tarefa. Acho que conseguimos, o Cultura In Casa conseguiu!”, celebra.

A primeira dama do município, Janice Wilhelm, foi uma das organizadoras e atuou na condução das apresentações das lives. Agora, celebra com alegria e gratidão o resultado. “Pra gente foi uma experiência muito boa e diferente, ficamos muito felizes com as doações de alimentos e também por poder contar com o apoio do comércio local que doou os brindes. Sentimento de dever cumprido. Eu tinha certeza que poderia contar com as pessoas que doaram os alimentos, nosso muito obrigada a todos, que Deus continue abençoando para que sempre possamos ajudar o próximo”, declara. “Esse é um momento muito atípico que a gente vem passando, não dá para comparar a nada. Depois de realizar tantos eventos pela secretaria, foi a vez de se reinventar e, apesar de ter vivido diversas emoções nos mais variados tipos de acontecimentos frente a gestão cultural, acho que esse projeto foi um dos mais significantes e satisfatório que pude realizar”, completa Max.

Quatro edições de sucesso

A abertura do projeto aconteceu no sábado, 18 de julho, tendo como atrações o musicista Gabriel Barros, dicas de culinária com Rodrigo Martini e bate-papo sobre economia com os empresários Denilson Silveira e Daniel Confortin. A condução dos trabalhos ficou por conta de Karen Andrade.

Para marcar o Dia do Imigrante Alemão e do Colono, no dia 25 de julho foi realizada uma live com essa temática. A animação musical foi realizada pelo maestro Mauro Harff e as dicas de culinária pela produtora rural Mariza Herrmann. O bate-papo contou com a participação da diretoria da Amifest (Associação de Amigos da Oktoberfest de Igrejinha), representada pelo seu presidente Tiago Petry, vice Marcelo Kunst e diretora artístico-cultural Liége Brusius. Houve também uma conversa sobre a agricultura e vida no campo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Igrejinha, Elizandra Haag, ambos conduzidos pela professora Tassia Kehl.

O terceiro encontro fez companhia para o almoço de domingo, celebrando o tradicionalismo gaúcho. A dupla Felipe e Maxwell foi a atração musical. Mostrando os encantos do Rio Grande do Sul Jeferson e Robi apresentaram a chula, a 1ª Prenda Juvenil da 22ª Região Tradicionalista, Luiza Tormes, fez declamações e o tradicionalista Gelson comandou as dicas de culinária. A apresentação foi conduzida por Rubens Lopes e as mediações por Gabriel Barros

Durante a live da sexta-feira, Janice e Maxwel já adiantaram que novas atividades estão pensadas, inclusive o Desfile do Bem. As novas atrações devem também unir entretenimento e solidariedade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s