Falo mais com os outros ou comigo mesma?

Você já se perguntou se você tem ouvido a si mesmo? O quanto tem se ouvido? Em família o que temos escutado? A história dos outros ou as nossas histórias? Sempre é importante pensar e eu te convido a fazermos isso juntos a partir de agora.

O que os outros dizem:
– Fulano tal está com o coronavírus.
– A tal outra está pegando o benefício.

E quais são as nossas histórias:
– Estou realizando um projeto!
– Estou precisando que você me diga que eu sou importante!
– Bah que lindo o teu jardim!

E nas amizades: só falamos ou conseguimos ouvir a história do outro? “Eu, eu, eu e eu…” Já experimentou perguntar: “Você está bem? Precisa de alguma coisa?”. Quando puder, diga: Estou tão feliz com a tua felicidade!
Fico tão feliz quando ouço/leio: “Ah! Li o teu texto no Drops do Cotidiano”!

A gente tem escutado somente o que queremos escutar?
– Eu não sigo mais aquele!
– Eu exclui a beltrana porque ela me irrita!
– Não leio e nem escuto mais a fonte tal!

Excluiu um amigo por ele não estar falando a sua língua? Parece que estamos todos sem paciência. Precisa de barulho o tempo todo? A gente entende que quem não para ou não se escuta, não se conhece. Do que você tem fugido? E se a gente descobrisse que o melhor lugar para se visitar, mora dentro de nós mesmos? Vai dizer, quem nunca falou: “que vontade de largar tudo e fugir”! Fugir do que? De quem? “Ah, vou me mudar de lugar”! Mas preciso dizer que: o problema vai junto!

Eu acredito que este é o momento para entrarmos em contato com quem nós somos. Refletirmos sobre o que precisa ser resolvido. Pergunte-se: Quem eu sou? Para onde estou indo? Para onde eu quero ir?

Sentimos vontade de mudar alguma coisa e, na maioria das vezes, só pensamos ou começamos e não vamos até o fim. Fazemos uma parte e largamos um pouco em algum canto para acabar depois.

Talvez por medo de não conhecer o novo, de acabar gostando daquilo que virá. Ficar na zona de conforto é seguro e não precisa de muita energia. Quem só ouve o que agrada fica na zona de conforto e cheio de razão. E podemos descobrir que o tesouro estava dentro de nós, porém estávamos ocupando com outras coisas: pensamentos, desejos e mil outras coisas.

O que mais se escuta nos consultórios? Perguntas.
Qual o sentido mais utilizado pelos terapeutas? A audição.

Pare de sair fazendo! Pare de fugir de ti mesmo! Tenha foco! Te escute! Faça perguntas poderosas para você! A gente não é todo mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s