Comunicare: ensino de música em diálogo com diferentes linguagens artísticas

Mais do que aprender a tocar um instrumento e conhecer as técnicas de canto, a proposta da Comunicare – Espaço de Música e Arte, em Igrejinha, é conversar e entender a arte musical. Desde 1996, o local, criado e comandado por Lúcia Jacinta da Silva Backes, envolve os alunos no universo musical, despertando o desejo de entender realmente do que se trata cada canção, com amor e senso crítico andando lado a lado. A Comunicare surgiu com a proposta de ensinar a tocar o instrumento violão e a cantar.

Comunicare (5)
Com ludicidade, alunos vão aprendendo sobre os sons

“Com o passar do tempo, a partir de repertórios, da escolha destes por parte de estudantes, fui percebendo a importância de se conversar e discutir sobre a arte musical, os compositores (as), intérpretes e estilos. Enfim, questões relacionadas ao universo da música, suas diferentes dimensões, interpretações, épocas, constituindo num conjunto maior de formas de se relacionar com ela”, relembra Lúcia.

A Comunicare oferece aulas de violão, canto e teclado, acompanhadas da aprendizagem da teoria musical, ministradas pela professora Lúcia. Oferta ainda aulas de violino, que são com o professor e maestro João Antonio Borba. No seu portfólio de serviços, há um projeto de musicalização para crianças com idade de 06 a 10 anos, aberto à experiência musical, voltada ao jeito de ser e de aprender de cada criança, e outro para pessoas com mais de 50 anos de idade, com ensino de instrumentos e canto. “As aulas, com duração de 45 minutos semanais, envolvem aprendizagem de violão ou teclado com o canto, introdução à leitura e escrita musical, por meio de atividades de acordo com a faixa etária”, explica. Além de sua sede, os serviços de musicalização também são realizados em escolas, com temas específicos definidos junto às equipes pedagógicas. Ainda para o campo da educação, Lúcia tem um projeto de ensino de violão e teclado para docentes da educação básica.

Comunicare (1)
Espaço de aprendizagem

Respirando música

Sua missão é levar a música até as pessoas de diferentes maneiras. A música é como o ar que ela respira, nutrindo seu corpo e sua alma. Lúcia é licenciada em Música pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) e doutoranda em Processos e Manifestações Culturais na Universidade Feevale, com bagagem toda na área criativa. É formada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, com Especialização em Administração em Marketing e Mestrado em Comunicação, cursados na Unisinos.

Foi através da música que Lúcia construiu sua relação com a arte de modo geral. A história da música, a vida dos compositores e seu processo criativo, o contexto sociocultural, histórico e político em que as canções surgiram e surgem, são elementos que ela considera essenciais no processo de aprendizagem. Proporcionam conhecer a sociedade onde está inserida, a humanidade e a diversidade cultural. “O universo da música me permite este diálogo: vida-conhecimento-cultura-diversidade-solidariedade-entretenimento. Então, acredito nisso, movo-me a partir disso, dialogo com as pessoas sobre isso e sinto ser esta uma das contribuições da música na vida das pessoas”, reflete.

Comunicare (2)
Professora Lúcia ensina violão, teclado e canto

Ensinar a tocar instrumentos e cantar, entendendo a música como agente de transformação social faz parte da essência da Comunicare. Assim, mais do que uma escola de música, trata-se um espaço de reflexão. O espaço está localizado na Rua Boa Vista, 213, sala 02, em Igrejinha. Contato pelo telefone 51-99167.1365.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s