Wegot: conheça a primeira Startup de Igrejinha em pré-incubação no Tecnosinos

Como você pode usar a tecnologia e a inovação para a resolução de problemas reais? E se você pudesse usar elas para fomentar a economia e o desenvolvimento regional? Pensando nisso, dois jovens empreendedores tiveram uma ideia: um site de vendas online (marketplace) que pudesse realizar as entregas dos produtos comprados pela internet no mesmo dia e impulsionar o desenvolvimento econômico por regiões. Assim surgiu a Wegot – primeira Startup de Igrejinha em pré-incubação no Tecnosinos, o Polo Tecnológico da Unisinos, que tem seu lançamento oficial na próxima terça-feira, 17 de dezembro. O projeto tem como fundadores Nathan da Silva Casarin e Stefano Marlon Kaefer de Oliveira, e já conta com mais dois integrantes na equipe, Ítalo Santos de Oliveira e Diego Schmitt.

Wegot Nathan e Stefano
Fundadores da Wegot: Nathan da Silva Casarin e Stefano Marlon Kaefer de Oliveira

A ideia do negócio é estimular as pessoas a comprar de lojas próximas, fomentando o desenvolvimento dos negócios locais e promovendo o desenvolvimento econômico da região, com pedidos que chegam no mesmo dia. “Temos como objetivo nos tornarmos o melhor meio de consumo para as pessoas, vindo a ser a maior plataforma de vendas da região, contribuindo para o desenvolvimento do Vale do Paranhana, com lojistas parceiros e facilitando a vida das pessoas”, declara Casarin. O marketplace vai atuar regionalmente com lojas parceiras próximas ao consumidor, podendo atender categorias como vestuário, acessórios eletrônicos, pet, livros, gastronomia entre outras.

A dupla apresentou a ideia no início do ano em uma seleção de novos projetos na Tecnosinos. Com a aprovação para a pré-incubação, estão passando por um qualificado processo de direcionamento e impulsionamento de novas empresas, com mentorias e organização de modelo de negócios. “O processo de pré-incubação tem sido fundamental para o desenvolvimento da Wegot, com todo suporte e conhecimento dos mentores para desenvolver a startup. Um agradecimento em especial aos nossos mentores, Izabel Cristina Rosa Santos, na H2Hub, da Unisinos, e Everton Passos, diretor de TI de uma grande empresa de Igrejinha”, pontuam os jovens empreendedores.

Para o lançamento, a Wegot já tem como parceiros as empresas: Topcell, Arca de Noé, Manas Livraria, Violate e Holly Rei.

Conheça quem faz a Wegot:

Wegot
Ítalo, Stefano, Nathan e Diego fazem a Wegot

Ítalo de Souza Oliveira, 20 anos, é o representante taquarense do grupo. É estudante de sistemas de informação na Universidade Feevale, com grande interesse por tecnologia, inovação e soluções de problemas através da computação. Tem formação Técnica em Informática pelo Cimol, onde descobriu o desejo de trabalhar com programação, área em que atua há 2 anos, tendo trabalhado com sistemas de controle de ponto e acesso a ERPs, em empresas de médio e grande porte, com uma atuação em agências de publicidade e marketing digital desenvolvendo sites, blogs, e-commerces e aplicativos onde também procurou aprender sobre outras áreas além da área de estudo. Busca constantemente novos conhecimentos, com alguns cursos de metodologias ágeis, as quais também tem convívio devido as experiências profissionais e fazendo cursos voltados para a gestão.

Stefano Marlon Kaefer de Oliveira, 20 anos, é desenvolvedor full-stack e entusiasta de gestão de produtos. Cursa Ciências da Computação pela Ulbra e é formado em Técnico em Informática. Vem desde os 13 anos aplicando a tecnologia para ajudar as pessoas a se conectarem e a viverem melhor. Participou de uma aceleração de carreira em parceria com a Movile-iFood. Acredita na educação profissional e união entre Negócios e Tecnologia para melhorar a sua cidade, o Brasil e o mundo.

Nathan da Silva Casarin, 20 anos, vê o empreendedorismo como um vetor de transformação na sociedade. Atualmente trabalha no mercado financeiro e estuda Ciências Econômicas na Universidade Unisinos. Já teve a oportunidade de empreender desde os 16 anos com uma fábrica de doces durante o ensino médio, onde contou com dois colaboradores, com uma rede de vendas em escolas e grande aceitação na cidade. É formado no curso administrativo do SENAI, tendo sido um dos alunos destaques.

Diego Schmitt de Souza, 20 anos, está cursando Sistemas de Informação na Faccat. Atuou como vendedor de doces durante um ano na empresa Jonaboy Doces, onde desenvolveu sua comunicação e interação com o cliente, possuindo assim, facilidade em vender. Buscou se especializar em liderança, comunicação, vendas e gestão de finanças, tendo assim, um perfil puxado para lado empreendedor.

Um comentário

  1. Parabéns pela iniciativa, num universo (local,regional ou mesmo nacional) onde a informação de qualidade se perde na quantidade, é vital termos acesso a esse tipo de matéria . No caso, jovens empreendedores indo ao encontro de necessidades reais do nosso mercado local.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s