De onde a gente tira tanta culpa materna, heim?

Vira e mexe em conversas entre mães aparece uma relatando a danada da culpa. Sabemos que todas nós a sentimos, parece que Culpa é sobrenome de Mãe. Você já se perguntou o por quê de sentir tanta culpa no seu dia a dia de mãe? A gente sente culpa quanto perde a paciência, quando passa pouco tempo com as crianças, quando come porcaria escondida, quando fica no celular, se fala de forma ríspida, quando faz alguma coisa na frente dos filhos que não deveria fazer… bom, poderia ficar aqui muito tempo e teria uma lista enorme das razões da culpa materna!

Sabe de onde vem tanta culpa, mulher? Das ideias preconcebidas do que se acredita ser uma boa mãe. De tudo aquilo que já ouvimos falar que uma boa mãe deve fazer e ser, das cobranças familiares e da sociedade, que reforçam uma ideia inalcançável. E quando você não atinge tudo isso a culpa te devora e você se sente a pior mãe do mundo.

E ai, junto com a culpa vem a angústia e ainda ficamos ansiosas. Queremos fazer diferente, educar diferente e é natural surgir umas gotinhas de culpa em nosso coração. Então você olha para trás e percebe que, além de estar “errando” agora, ainda poderia ter feito muitas coisas diferentes… Mas está tudo bem, você fez o que pôde, com a consciência que tinha, com os recursos e ferramentas disponíveis naquele momento. E nunca é tarde para começar a fazer diferente.

Silvana-culpa-materna
Traga mais leveza para a sua maternagem! Foto: Thinkstock

Eu tenho uma coisa pra te dizer: não existe mãe perfeita, existe mãe possível! A culpa surge quando você olha para aquilo que fez ou que deixou de fazer e percebe que não combina com o ideal de mãe que você criou ou com aquilo que você gostaria de mudar. Isso gera um desconforto sim, mas não quer dizer que é normal sentir culpa. Na verdade, precisamos olhar para a culpa de uma forma mais generosa, porque se ela gera um desconforto é porque percebemos que não gostamos de agir de determinada maneira, então a culpa pode funcionar de impulsionador para assumirmos a responsabilidade sobre nossos atos, como algo que nos motiva a realizar uma mudança em nossos comportamentos.

Toda mãe sabe que a maternidade gera muitas reflexões e muitas transformações. Que é uma descoberta de si mesma, de nossas capacidades como mãe e mulher, de descoberta das nossas potências e limites. Dessa maneira, se “erramos” ou acabamos fazendo algo indesejado, temos a chance de fazer diferente da próxima vez, melhorar um pouquinho mais, pensar “como posso agir no futuro?”. Porque agir diferente de como se vem agindo, gera resultados diferentes.

Traga mais leveza para a sua maternagem! Permita-se acolher a si mesmo, olhar para sua culpa com mais gentileza e perdoe-se quando você for menos do que perfeita. Mudar o foco da culpa para a responsabilidade te torna realmente responsável por suas atitudes e ações. Sentir-se responsável é diferente de sentir-se culpada, assim a culpa diminui e dá lugar para atitudes que cuidam de você e da sua criança.

Se você sente culpa, é porque já está mais consciente e assim as coisas não “passam batido”, você já consegue perceber o que deseja melhorar, agora é preciso agir! Em relação aos seus filhos, você pode conversar e pedir perdão, sem medo de estar parecendo fraca. Falar que tudo que você fez foi o melhor que poderia, mas que o ama muito e continua buscando a melhor forma para vocês se conectarem, estarem bem e, juntos, vão conseguir isso.

Agora quero deixar para você, que de repente pode estar se sentindo nesse lugar, um abraço virtual bem apertado e a pergunta: o que você vai começar a fazer hoje, para diminuir a culpa que toma conta do seu coração? Vamos juntas!

 

 

* Créditos dos conteúdos que usei para desenvolver essa reflexão: Maristela Lima e Mariana Lacerda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s