Jovens músicos de Três Coroas são aprovados para o conservatório da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA)

O trabalho de musicalização realizado com os alunos da rede trescoroense através da Orquestra Municipal Huberto Schmitt Müller está alcançando cada vez mais destaque. No final de 2022, dois jovens músicos integrantes do projeto foram selecionados para estudar no conservatório da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), uma das mais respeitadas e reconhecidas do país. Lachimi Carvalho Lama, de 15 anos, aluna da Escola Águas Brancas, e Lou Yang Peter Sarmento, de 14 anos, e aluno da Escola Balduino Robinson, passaram por rigoroso processo seletivo e conseguiram mostrar o seu talento para conquistar as vagas.

Os dois ingressaram na Orquestra no início de 2022 e foi quando, efetivamente, começaram a se dedicar e evoluíram muito como instrumentistas. Lachimi relembra que ela tinha um violão e um amigo tinha um teclado e que eles trocaram os instrumentos. Quando soube da inscrição para orquestra, treinou o teclado e conquistou uma vaga. Atualmente ela toca além do teclado também o violino. Lou conta que foi a irmã quem ganhou um instrumento musical – um teclado – e brinca que talvez ele acabou tocando mais do que ela. Quando abriram as inscrições para a Orquestra, ele queria tocar piano, mas não tinha esta opção na lista. Decidido a participar, se inscreveu para tocar viola, pois o personagem de um desenho que gosta tem este instrumento. No decorrer do ano, pode também tocar piano junto aos músicos e concilia os dois instrumentos. Ao saber que havia sido selecionado, Lou conta que começou a dançar a ‘Macarena’ e, logo em seguida, contou a notícia para a colega Lachimi. A alegria foi enorme e a expectativa é por conseguirem organizar para realmente ingressarem no projeto já que as aulas são diárias e m Porto Alegre e é necessário ter instrumento próprio.

Lou e Lachime ladeados pelo maestro João

Orgulho do professor

Na  Orquestra Municipal Huberto Schmitt Müller a dupla é regida pelo maestro João Antônio Borba que celebra com orgulho a conquista dos jovens talentos. “O mais importante é que o trabalho em Três Coroas está cumprindo a sua função de ser um primeiro acesso e um despertar para a música, trazendo essa oportunidade do aprendizado de música. Eles descobriram o edital, se inscreveram e foi uma iniciativa deles”. João conta que também estudou na OSPA e que a rotina de ensaios é intensa, mas a evolução é incrível e está na torcida pelos jovens. Quando eles contaram que queriam participar da seleção, o maestro dedicou-se a contribuir na preparação. Durante um mês ajudou os jovens com aulas extras e com simulação de apresentação em uma banca. “Que bom que eles passaram. Esta é uma prova de que estamos no caminho certo”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s