Casa Vidal em Taquara está em obras para a segunda etapa do projeto de restauro

As obras de restauro e revitalização da Casa Vidal de Taquara estão a todo o vapor. Nesta segunda etapa, o projeto compreende a execução da cobertura do prédio principal, a colocação de estruturas internas e do elevador, as drenagens e a escavação do porão para a instalação do elevador. “Estamos escavando o elevador para a construção da caixa de alvenaria para a sua instalação. Para fazer esta escavação não foi fácil, pela deterioração da fundação houve muito desbarrancamento que dificultou o serviço”, explica o representante da empresa executora da obra, Arquium Construções e Restauro Ltda, Paulo da Luz.

Em visita à obra, a prefeita Sirlei Silveira destacou o anseio pela conclusão do restauro. “A Casa Vidal é para nós taquarenses uma relíquia, são muitas lembranças que tenho deste lugar e sei que muitas pessoas também têm. Este espaço retornará à comunidade como um local de lazer e cultura, uma área para prestigiar a arte e também para confraternizar com os amigos, pois a Casa Vidal terá um café, e para preservar a parte externa haverá uma arquitetura paisagista com bancos para os visitantes aproveitarem ainda mais o local”, relata.

Conduzindo também a visita, a arquiteta responsável pelo projeto, Leila Schaedler, explicou que uma das portas frontais do prédio será fechada e a escadaria reproduzida. “Imaginamos que com o comércio estabelecido, muitas intervenções e adaptações foram feitas, como a instalação de aberturas e paredes. Retiramos também a escada, pois vamos a reproduzir conforme a construção original, bem como manteremos algumas paredes com a estrutura aparente sem o reboco”. 

A segunda etapa da restauração

Aprovada em agosto de 2021 pelo Pró-Cultura/RS, a segunda etapa terá um investimento no valor de R$1.062.632,73. O projeto é promovido através da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) e realizado pela Associação Natal Mágico de Taquara com o apoio da Prefeitura, sendo desenvolvido pela Patrimonium Gestão e Produção Cultural e Forma Arquitetura e executado pela Arquium Construções e Restauro Ltda. Esta etapa tem o patrocínio das empresas Embrasa, RDois, Embutidos Smaniotto, FH Comassetto Materiais de Construção  e FlyByte Comunicação. 

Ao final da segunda etapa do projeto da Casa Vidal inicia-se a terceira etapa. Em novembro de 2021, o Município participou do Edital SEDAC nº 10/2021 Museus Municipais, sendo contemplado a receber recursos diretos. Serão investidos R$3.619.850,28, sendo R$2.521.445,73 advindos da Sedac e o valor de R$1.098.404,55 de contrapartida municipal. O investimento total da obra, com a primeira e segunda etapa de restauro e a etapa que compreende o Edital de Museus, abrangerá um montante aproximado de R$ 6 milhões.

Primeira etapa foi concluída em novembro de 2020

O projeto da Casa Vidal teve em sua primeira fase a obra de restauro da edificação  iniciada em agosto de 2018 e concluída em novembro de 2020. Foram R$1.206.181,58  investidos com recursos do Pró-Cultura/RS e o patrocínio das empresas Usaflex, Pirisa, Bibi, FH Comassetto, Frigorífico Santo André, Embutidos Smaniotto e Rede Muller. 

Durante esta primeira etapa foi feito o restauro da parte mais antiga da edificação que tem traços de enxaimel, também houve a substituição da cobertura e a construção da nova edificação com banheiros e salas com cobertura em telhado verde. Na fachada da foi retirado o reboco e executado um novo de cal e areia, foram feitos reforços nas fundações e realizados ajustes no nível entre os diferentes momentos históricos da Casa Vidal. Na parte nova que compreende banheiros e salas de apoio, foi feita a fundação, alvenarias, vigas e laje de cobertura. 

Ainda nesta etapa foram executados reforços estruturais na fachada, no corpo da frente, com atirantamento da parede da fachada principal que estava ruindo, reforço das fundações, nova estrutura da cobertura e a cobertura com sub telhado e telhas cerâmicas tipo francesa. Também foram colocadas novas calhas, algerozes e cabeamentos na parte mais antiga e executado o telhado da parte intermediária. Foram removidos os rebocos externos e reconstituídos os vãos das portas e janelas da parte dos fundos e na fachada da Edmundo Saft.

*Fotos: Magda Rabie/Prefeitura de Taquara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s