Beliche

Eu já dormi em um beliche, compartilhado no mesmo quarto com o meu irmão, quando eu era criança (e isso foi até quase a pré-adolescência).

Felizmente, eu ocupava a cama de cima, onde havia uma certa privacidade para aquela época, já que não tínhamos ainda condições de ter um quarto para cada um.

Mas o beliche era uma solução divertida. Subir a escadinha para ocupar o andar de cima, sem o irmão me perturbar, era o máximo para quem tinha que dividir o mesmo cômodo sem grandes problemas, especialmente porque naquele tempo não havia celular, nem computador, nem televisão no quarto e nem outras regalias.

O mais importante era dormir em um bom colchão, ter cobertas quentes para o inverno e o principal, o aconchego de pai e mãe.

Era assim, e pronto! Não tínhamos escolha. O beliche foi a solução dos nossos pais para o pouco espaço disponível. Lembro até hoje quando chegaram as camas e como foram montadas, uma embaixo e a outra em cima, com grande expectativa para aquele momento. E era uma grande novidade, também.

Beliche estava na moda e qualquer família podia comprar, mesmo que parceladamente. E vocês podem imaginar qual a minha alegria e o meu contentamento quando chego em alguns lugares, ainda hoje, principalmente na praia, e me deparo com beliches nos quartos? Sim, ainda existem e são um recurso muito útil para acomodar mais pessoas em um cômodo.

Aqui não temos crianças, mas me senti como tal ao me reencontrar com aquela cama no andar de cima. Acho que vou abandonar a cama de casal para me acomodar no beliche, lá no segundo andar, e olhar para baixo com orgulho das lembranças da minha infância. Meu irmão vai morrer de inveja!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s