Coletivo de Escritores e Artistas do Paranhana é criado para fomentar a cultura na região

Escritores que residem na região se reuniram na noite da última segunda-feira, 22 de novembro, para escrever uma história. Em meio aos pedidos de cafés, chás, água mineral e saladas de frutas, era lido e debatido o regimento da Associação do Coletivo de Escritores e Artistas do Paranhana (CEAP).

Diferentes formas de pensar foram superadas e um instrumento de valorização dos artistas locais está sendo criado, através das convergências, para cumprir um papel muitas vezes esquecido. Fomentar a produção cultural e com isso melhorar a qualidade de vida e movimentar a economia de uma região está entre as demandas que movem o grupo de artistas das cidades de Igrejinha, Parobé, Taquara, Três Coroas, , Rolante e Riozinho.

Duas frentes de trabalho devem ser importantes para as ações do Coletivo, uma delas para facilitar a produção cultural de artistas locais, outra para viabilizar a participação desse grupo em atividades da região. Estimulando com isso a produção cultural como registro de importância e pertencimento para a formação de identidade regional, estimulando a valorização da história local e sua população. Também encontrando formas de escoamento para essa produção cultural através de parcerias com entidades da Sociedade Civil e Poder Público.

Para iniciar os trabalhos a diretoria formada contará com Paulo Wagner na presidência, que em sua fala, destacou a necessidade de juntar a demanda de atividades culturais com a participação dos artistas locais em atividades da região. Na vice-presidência, Doralino Souza destacou a importância de valorização de um movimento que já acontece e por vezes não chega aos olhos de muitos.

A diretoria que dará início aos trabalhos do coletivo ficou composta com os seguintes nomes:

  • Presidente: Paulo Wagner (Taquara);
  • Vice presidente: Doralino Souza (Igrejinha);
  • Secretária: Ana Elicker (Rolante);
  • Tesoureiro: Armando Severo (Taquara);
  • Segundo secretário: Claudir dos Santos (Três Coroas);
  • Segundo tesoureiro: Geraldo Both (Parobé).

Conselho Fiscal:

  • Silvio Trein (Três Coroas)
  • Vera Oliveira (Taquara)
  • Angela Machado (Taquara)

Suplente conselho fiscal:

  • Airton Schirmer (Taquara)
  • Patrícias Ziani Benites (Igrejinha)
  • Valter Ribeiro (Igrejinha)

As próximas tarefas serão a regularização da entidade e a elaboração do regimento interno, que devem ser concluídas antes do final do ano. Em 2022 a agenda será de encontros políticos e culturais nas cidades do Vale do Paranhana para continuar escrevendo essa história.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s