Revista digital Paranhana Literário lança nova edição recheada de novidades culturais

A oitava edição da revista digital Paranhana Literário já está disponível e traz, mais uma vez, muita informação sobre a cena cultural no Vale do Paranhana e além de suas fronteiras. A homenageada da vez foi Rachel de Queiroz, que fez aniversário de nascimento, dia 17 de novembro, o dia em que a edição foi disponibilizada aos leitores através do site paranhanaliterario. A revista é bimensal e é possível ler online ou fazer o download gratuitamente do conteúdo.

O editor da publicação Doralino Souza acredita que a revista está cumprindo o seu papel e que a cada edição aumenta o número de participações. “Já publicamos centenas de textos de autores iniciantes ou novatos, além da divulgação de obras e projetos de autores já consagrados. A primeira edição saiu com 42 páginas, já essa última teve 84 páginas. Outro ponto importante que muito me alegra é a diversidade de estilos narrativos e linguísticos, deixando evidente a pluralidade e democratização do projeto literário a qual a revista se propõe. Quero deixar meu agradecimento a todos que de uma forma ou outra tem colaborado para e existência da revista”, declara.

A revista pode ser conferida on-line ou através de download gratuito no site da editora JM2D responsável pelo projeto

A cada edição a publicação apresenta reportagens, produções de artistas e artigos de opinião, contemplando diferentes manifestações artísticas e mostrando a pluralidade cultural existente. Destaques da edição:

  • Mulheres Negras na Biblioteca: projeto de incentivo à leitura de obras de escritoras negras, idealizado e organizado por profissionais de Biblioteconomia e Letras, todas profissionais negras.
  •  O despertar do escritor: de uma forma poética e envolvente, a escritora Carolina Panta relata seu início no mundo das letras.
  • Entrevista: A escritora Carina Luft, finalista do Prêmio Açorianos de Literatura, fala da sua carreira e da sua escolha pela literatura policial e Noir.
  • O autor responde: Cinco perguntas sobre o livro “Fica na tua” respondidas pelo próprio autor Lúcio Carvalho.
  • Literatura indígena: livro bilíngue reúne desenhos e histórias da cultura guarani, de tribo situada no município de Riozinho.
  • Lírica das ruas: a colunista Jessica Rodrigues, de Igrejinha, fala sobre “Literatura marginal”.
  • Memorial dos Gibis: Heleno Junior, de Pernambuco, conta a história do Demolidor, de Frank Miller.
  • Economia criativa: com a palavra, o editor Paulo Tedesco, da editora e livraria Consultor Editorial.
  • Politica x cultura: político e ativista da área da cultura Adeli Stell comenta sobre o atual cenário cultural.
  • Encarte especial: O direito de contar suas próprias histórias. Projeto elaborado pelo Instituto Federal, no polo Rolante, com apoio da Revista Paranhana Literário busca incentivar alunos a contar suas próprias histórias e percepções durante a pandemia através da elaboração de textos que serão publicados durante três edições na Revista Paranhana Literário. 
  • Lançamentos de livros e resenhas
  • Contos, crônicas e poesias inéditas de diferentes autores das mais diversas vertentes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s