Um ano após virar franquia, empresárias comemoram crescimento de 26% no faturamento

Há um ano, a empreendedora Rose Flesch, ao lado da filha, Júlia Striving, abraçou desafio da mudança e viu ponto de venda crescer em resultado e número de clientes. Em plena pandemia, no dia 3 de setembro de 2020, a empreendedora tomou a decisão mais ousada de sua trajetória de 30 anos no varejo: transformar sua loja, localizada na Rua Mariano de Matos, 39, Centro de Novo Hamburgo, numa franquia Hering, maior rede de vestuário do Brasil (relembre aqui). A ideia era poder oferecer à sua clientela, que já tinha acesso a produtos da marca, todas possibilidades que a franqueadora disponibilizaria, tais como maior mix de produtos, combos promocionais, ferramentas para venda on-line, entre outras. Passados 12 meses da transição, Rose comemora os resultados. “Foi a decisão mais acertada que tomamos. Conseguimos crescer 26% em faturamento e também ampliamos nossa clientela por conta da força da marca”, revela a empreendedora. 

Brindes especiais no mês de aniveresário

Para comemorar a conquista, quem fizer compras na loja neste mês de setembro levará para casa brindes personalizados. A partir de R$ 150,00 o presente é uma caneta-spray para álcool. Nos tíquetes acima de R$ 250,00, o mimo é um copo colorido com tampa e canudo.

Liveshow

No dia 22 de setembro, no @heringnovohamburgo, será transmitido ao vivo um desfile para apresentar a coleção primavera-verão que já chegou na loja! Além de ficar por dentro das novidades, quem estiver assistindo ao vivo terá a oportunidade de concorrer a sorteios especiais.

Suporte essencial

O suporte da franqueadora, com reuniões semanais e muitos treinamentos, foi essencial para que a equipe conseguisse imergir no novo sistema operacional. “Antes, administrava a loja muito pela intuição. Agora é tudo sistematizado, desde a gestão do estoque até o atendimento ao cliente. Aprendemos e amadurecemos muito neste primeiro ano”, avalia Rose, que passou a se sentir menos solitária à frente do negócio. “Temos um grupo com mais de 600 franqueados para trocar experiências e aprendizados. Gosto de ter esse suporte”, acrescenta ela. 

Treinamento constante

Treinamento para a realização de liveshops, para atendimento via WhatsApp, direct do Instagram, enfim, tudo que a pandemia trouxe de novo em se tratando de canais de venda foi devidamente contemplado pela Hering e repassado aos seus lojistas. “Recebemos até adesivos com mensagens como Compre pelo WhatsApp, quando as lojas físicas fecharam”, recorda Júlia Striving, 26 anos, gerente da loja e filha de Rose, para quem o desafio foi ainda maior. “Sou engenheira química e, quando minha mãe me convidou para gerenciar a loja, aceitei e fiz uma mudança enorme na minha vida. Em duas semanas, troquei de cidade, de profissão e precisei aprender a liderar uma equipe”, detalha ela.     

Todo frio na barriga de fazer parte deste novo momento do negócio despertou em Júlia um lado seu que até então desconhecia. “O fato de gostar muito de lidar com pessoas, equipe e clientes, e conhecer histórias lindas que compartilham conosco aqui na loja. Sem contar, claro, o gosto pelo empreendedorismo”, revela Júlia.  

Dores comuns a uma loja, como a gestão de estoque, foram amenizadas pelo sistema de showrooming, modalidade em que, caso a peça procurada em loja pelo cliente não esteja disponível (uma numeração, por exemplo), a vendedora aciona este estoque virtual, o cliente efetua o pagamento e pode receber em casa ou retirar na loja. “Fizemos muitas vendas nesse formato e o feedback dos clientes foi muito positivo”, avalia a gerente.

Clientela ampliada

Outra mudança que Júlia e Rose perceberam foi na faixa-etária dos clientes. Se antes, a média de idade ficava na faixa dos 40 anos, hoje o público jovem é cada vez mais frequente na loja, atraído pela força da marca e pelos combos promocionais. Um ano de aprendizados, muito trabalho e dedicação, que revigorou a disposição de toda equipe, revelou novos talentos e mostrou a ambas a importância de investir em pessoas. “Mesmo com todas as dificuldades do dia a dia, temos de dar o nosso melhor. Tudo isso acontece com a prática periódica de feedbacks, de abrir as ideias para o grande grupo e valorizar a opinião das pessoas que estão contigo todos os dias. Unindo tudo isso, construímos um atendimento e um ambiente melhor dentro da nossa loja”, resume Júlia, que de engenheira descobriu-se uma talentosa gestora de loja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s