49º Festival de Cinema de Gramado representa a força do audiovisual gaúcho com premiações especiais

Ao observar as últimas edições do Festival de Cinema de Gramado, é possível perceber o espaço conquistado pelos realizadores gaúchos. Desde 2019, a Mostra de Longas-Metragens Gaúchos se tornou competitiva, concedendo um Kikito ao Melhor Filme. Agora, em sua 49ª edição, o evento se prepara para dar mais um passo na história do cinema feito no estado: o Prêmio Sedac/Iecine de Longas-Metragens Gaúchos.

O prêmio é uma parceria da Gramadotur, autarquia municipal responsável pelos eventos da cidade, com a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine). Busca-se destacar a importância das produções gaúchas e o papel histórico do Festival de Cinema de Gramado como importante janela de exibição.

“O Festival de Gramado é patrimônio da população gaúcha. Sua existência precisa ser celebrada e fortalecida. Ao apoiarmos o festival, reconhecido nacionalmente, estamos exaltando o valor de profissionais do cinema que têm em Gramado sua principal janela de trabalho e circulação de suas obras”, destaca a secretária da Cultura, Beatriz Araujo.

Troféu Kikito – Crédito : Diego Vara /Pressphoto

Ao todo, serão dez novos Kikitos, divididos nas seguintes categorias técnicas: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Direção de Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Montagem, Melhor Desenho de Som e Melhor Trilha Musical.

Além das categorias técnicas, o prêmio também será concedido a artistas e realizadores pelo mérito de suas trajetórias no audiovisual do Rio Grande do Sul: trata-se do Prêmio Leonardo Machado, uma homenagem ao saudoso ator e apresentador do Festival de Cinema de Gramado, que faleceu em 2018.

Outra distinção a ser apontada é o Prêmio Novas Façanhas, que contemplará três realizadores, técnicos ou coletivos por sua contribuição à inovação e ao desenvolvimento técnico e de linguagem do audiovisual no estado.

Trabalho de base: Educavídeo e a nova safra de realizadores

Como já é tradição, a noite que antecede a abertura do Festival de Cinema de Gramado é dedicada aos trabalhos do Programa Municipal Escola de Cinema, o Educavídeo. A iniciativa, que está em seu 11º ano, estimula a realização audiovisual aos alunos da rede municipal. Mesmo com a pandemia, os alunos se reinventaram e seguiram produzindo. Desta forma, parte do material que será exibido neste ano tem temáticas que retratam o momento sob o olhar dos jovens, que adaptaram as condições de produção para os meios digitais. 

“O Festival de Cinema de Gramado chega à sua 49ª edição como uma marca de resistência cultural em meio a uma das mais graves crises sanitárias já vistas. E parte desta resistência vem da produção audiovisual realizada pelos nossos alunos”, afirma Ivanilda Rosa, coordenadora do projeto. E nesse contexto pandêmico, o Educavídeo bate a marca de 100 produções realizadas ao longo de 11 anos de projeto.

Festival de Cinema de Gramado 2020 – Preparativos para a exibição do “Educavídeo” – Programa Municipal Escola de Cinema. Foto: Edison Vara /Agência Pressphoto

A sessão do Educavídeo, que integra a programação do 49º Festival de Cinema de Gramado, será exibida na noite do dia 12 de agosto, quinta-feira, no site do evento e também no canal do YouTube do projeto.

*Foto de capa: “Raia 4”, de Emiliano Cunha, primeira produção a ganhar o Kikito de Melhor Filme de Longa-Metragem Gaúcho. Edison Vara / Agência Pressphoto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s