Ocup(A)ção Arte Educação: Live do Sesc/RS aborda a diversidade na docência

O Sesc/RS promove nesta quinta-feira, 8 de julho, o bate-papo Diversidade na docência: Arte e Educação LGBTQIA+ no RS, com a professora e pesquisadora de artes visuais Marina Reidel e o ator e educador Gustavo Deon. O evento on-line faz parte do projeto Ocup(A)ção Arte Educação, promovido pelo Departamento Nacional do Sesc, que realiza uma série de diálogos virtuais com educadores, artistas e pesquisadores de todo o país com debates sobre as práticas culturais que levam à reflexão de temas relevantes para a sociedade.

Os convidados, naturais do Rio Grande do Sul, têm uma trajetória reconhecida nas áreas da arte educação, da sexualidade e das relações de gênero. A conversa convidará a comunidade gaúcha a pensar sobre os desafios que educadores transexuais enfrentam ao ocuparem diferentes espaços, além de discutir como o assunto vem sendo articulado nos currículos e debates promovidos pelas escolas. A mediação da conversa será feita pelo analista de Arte Educação do Sesc/RS, Diewerson Nascimento, e um intérprete de Libras proporcionará mais acessibilidade ao diálogo.

O bate-papo com a participação dos educadores gaúchos será transmitido às 16h pelo canal do Sesc/RS no YouTube.

Os convidados

Marina Reidel

Possui graduação em Licenciatura em Educação Artística pela Feevale (2002), pós-graduação em Psicopedagogia pela UCB (2006) e mestrado em Educação pela UFRGS (2013). É professora da Fundarte e do Estado do Rio Grande do Sul. Atualmente, está cedida e ocupa o cargo de Diretora do Departamento de Promoção de Direitos LGBT do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Arte-Educação, Sexualidade e Relações de Gênero. Em sua dissertação de mestrado, intitulada A pedagogia do salto alto, busca fortalecer as histórias de professoras transexuais e travestis que durante suas trajetórias profissionais precisam, além de lidar com as dificuldades de sucateamento dos materiais educacionais, enfrentar o preconceito e a invisibilidade social dos corpos de educadores trans. Marina foi a primeira professora transexual a ingressar no mestrado da Faculdade de Educação da UFRGS.

Gustavo Deon

Licenciado em Teatro pela UERGS (2019), artista, ator, professor, diretor e poeta. É ativista pelo coletivo CATS (Coletivo de Artistas Transmasculines). Sua trajetória evidencia uma vasta representatividade sobre Arte e Educação, fortalecendo a produção artística e a visibilidade trans no interior do RS. Tem desenvolvido diversos projetos e ações educativas durante a pandemia buscando fortalecer o trabalho de artistas LGBTQIA+. Dentre os trabalhos mais recentes, destacam-se três projetos aprovados em editais de fomento à arte e cultura: Pra (a)colher: O autocuidado em poesia (2020 e 2021), no qual trabalhou com criação audiovisual e lives; E se: um diálogo sobre como seria (2021), em que desenvolveu e fez a curadoria de uma exposição de arte virtual; e Intransitivo: um documentário sobre narrativas trans, último projeto aprovado pela Secretaria de Cultura do Estado do RS em parceria com a Fundação Marcopolo. Desenvolve em suas redes sociais, com foco educativo e representativo, o projeto pessoal Dentro de Nós (2020-2021), falando sobre gênero, sexualidade, transição, violência e LGBTfobia aos corpos trans.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s