União, compromisso e talento garantem o sucesso da Família Rolim por mais de quatro décadas

Um dos mais tradicionais e conhecidos grupos musicais da região, a Família Rolim, tem uma trajetória admirável para contar. Atualmente com duas formações, cada uma com sua proposta distinta, além de um projeto temático de Natal, o grupo é referência artística e cultural para músicos dos mais variados estilos. Não é para menos, afinal a trajetória foi iniciada ainda nos anos 1970, por incentivo do patriarca, o Senhor Alípio  Francisco Rolim, um cantador seresteiro nas décadas de 1950 e 1960. Assim, os irmãos João, Jorge e José Rolim compartilham os palcos, as composições e o amor pela música. Na chegada da terceira geração, com as irmãs Cristina e Juanita, filhas de João, mais um projeto surgiu levando o mesmo nome, compromisso e garantia de qualidade e emoção ao público.

A soma destas experiências e o talento que, neste caso, não é exagero dizer que está no sangue, carrega a longevidade do projeto, que segue conquistando admiradores. Na discografia, a Família Rolim possui quatro CDs gravados, dois DVDs e mais de 60 músicas próprias gravadas oficialmente. 

Irmãos e fundadores do projetos tem repertório baseado no sertanejo raiz

Projetos seguem de forma paralela

Com mais de quatro décadas de estrada, é claro que as referências musicais são diversas e acompanham também a inclusão da nova geração. “No longo caminho de nossa história musical, tivemos várias influências. Vai do  sertanejo raiz até a música estrangeira”. No projeto que tem os irmãos João, Jorge e José Rolim, o repertório vem mais pautado pelo sertanejo raiz, relembrando suas origens. Já na formação de João com as filhas, o set list é mais variado, incluindo músicas mais contemporâneas.  Em feiras e eventos culturais da região, os artistas são presença constante. É ampla a participação em eventos de igrejas e escolas, além de entrevistas para rádios locais.

Há 10 anos, a Família Rolim celebra o Natal de forma diferente. Por meio da música, o grupo busca levar o verdadeiro espírito natalino. São 35 apresentações realizadas com este projeto e João deseja levá-lo ainda mais longe. “A ideia inicial foi resgatar o verdadeiro espírito natalino. Eu lembro com muito carinho e saudade. Quando éramos crianças, quando chegava o natal, papai reunia todos nós em volta de um simples pinheirinho e cantava velhas canções natalinas”, relembra com emoção.

Talento e compromisso

A criatividade e o talento para a composição também é comum aos membros da família. “Todos do grupo compõem. A maioria das nossas canções foram compostas por mim e pelo Jorge. Eu sigo a voz  da alma e do coração. Essa é minha principal inspiração”, conta João. Por este talento como compositores, em suas apresentações o repertório tem cada vez mais canções autorais. Cerca de 40% de seus shows já são composições próprias da família. O restante são músicas conhecidas do cancioneiro do brasileiro. 

Nas letras, o grupo canta sobre a região, com destaque para a cultura e a natureza, celebrando, em especial, Igrejinha. Tamanha é a relevância do grupo para o município e a recíproca, que ao se apresentarem em solo igrejinhense, uma canção nunca pode ficar de fora. “Compomos para comemorar os 40 anos de emancipação de nosso  município a canção Cidade Alegria. Esta nunca pode faltar nas apresentações aqui”, destaca João.

Esta reportagem integra a série “Arte Igrejinhense na Vitrine”, que tem como objetivo final a produção de um e-book. A produção cultural foi contemplada pela Lei Aldir Blanc em Igrejinha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s