“Oktober em Casa” permite viver um pouco do clima da maior festa comunitária do país

O mês de outubro não poderia passar sem a tradicional Oktoberfest de Igrejinha. Adaptada para seguir todas as regras de distanciamento necessárias para o momento, a Associação de Amigos da Oktoberfest de Igrejinha (Amifest) cumpriu com êxito a proposta da “Oktober em Casa”, realizada no último sábado, 17, com um drive-thru pelo Parque com comidas e bebidas típicas da festa e uma live transmitida pelas redes sociais com arrecadação de recursos para o Hospital Bom Pastor (HBP) de Igrejinha.

Mais de mil veículos passaram pelo Parque para garantir alguns dos mais tradicionais lanches comercializados na festa. Na entrada do drive-thru, que funcionou entre 16h e 23h, o motorista e até três passageiros foram orientados sobre o funcionamento e a seguir o trajeto demarcado. A animação ficou por conta do som itinerante da banda típica Macega Show e a corte da festa, composta pela rainha Jéssica Bischoff, as princesas Natália Dier e Nathália Kinast, juntamente da Seniorin Juraci Beatriz Weiand, o Bubchen Brayan da Silva Sander e a Mädchen Bianca de Oliveira. No percurso, pontos de venda de tickets estavam localizados antes dos locais de entrega de cada uma das casinhas de alimentação, assim como na comercialização de refrigerante, água e, claro, chopp, disponível em growler de 1 e 2 litros. Ao todo, foram vendidos 2.700 litros de chopp.

O evento foi um sucesso! De um planejamento repleto de incertezas, pelo modelo totalmente diferente do habitual, todos que visitaram o “Oktober em Casa“, seja no drive-thru ou na live, conseguiram aproveitar este dia especialmente preparado. Isso nos traz satisfação por ver que o modelo tanto pensado e planejado foi adequado ao momento de distanciamento que vivemos,  e que mesmo diferente, conseguimos viver os dias mais felizes do ano em Igrejinha, ressaltando sempre que ‘Fazer o Bem Faz Bem’”, comemora Tiago Petry, presidente da Amifest.

Mais de mil carros passaram pelo drive-thru no Parque / Foto: Juliano Arnold

“Sangue oktober”

Além de bem aceito pelos visitantes, que deram ao Parque da Oktober a movimentação de um dia de festa, as entidades participantes aprovaram o formato. “É um dia totalmente diferente do que vivemos na festa, nosso público hoje está dentro de veículos, sem contato e abraços. Nos preparamos para atender da melhor forma, entregando nossos pratos com muito sabor e trabalhando com amor por essa festa que, mesmo em outro formato, não poderia deixar de acontecer. O ‘sangue Oktober’ corre em nossas veias e o mês não poderia passar em branco”, afirmou Elizandra Haag, que trabalhava pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais (Casa do Colono).

A equipe do Lions de Igrejinha, responsável pelo cachorro quente, também comemorou o movimento. “No início ficamos receosos pois não tínhamos um parâmetro para preparar, mas achamos importante a ideia de manter a tradição da festa em outubro. Nos organizamos, montamos os kits individuais, e a grande diferença é que ao invés das pessoas pegaram o cachorro quente no balcão, nossa equipe entregava nos carros. A aceitação do público foi excelente e superou nossa expectativa”, destaca Dieter Hennig, um dos 200 voluntários presentes no sábado.

Futura geração marcou presença

Mesmo quem ainda não vivenciou a festa no formato tradicional aderiu ao drive-thru do “Oktober em Casa”. Moradora de Igrejinha há pouco mais de um ano, Raquel Landvoigt Stertz não aproveitou a festa em 2019 por um motivo especial: estava grávida. Mas sábado marcou presença com o marido e a filha, Maya. “Viemos para apoiar e incentivar este formato diferente, que é o único possível neste momento. Não poderíamos ficar sem ter a festa neste ano e queríamos trazer a Maya para a primeira Oktober dela. Quem sabe em alguns anos ela será a rainha da Oktober!”.

Live beneficente com mais de 40 mil visualizações

A live especial com duas das mais tradicionais atrações da Oktober, Super Banda Choppão e Brilha Som, começou às 19h e seguiu até por volta das 23h, registrando mais de 40 mil visualizações, entre os canais da festa no Facebook e YouTube. Um QR-code foi disponibilizado para que o público pudesse realizar doações para o Hospital Bom Pastor (HBP) de Igrejinha, tradicionalmente o maior beneficiado com o repasse de recursos anual da Oktober.

Casal Presidente, Tiago e Cheila Petry, e casal Vice-Presidente, Marcelo e Ana Paula Kunst acompanhando os bastidores da live / Foto: Juliano Arnold

A “oktober em casa” integrou a programação da 33ª da Oktoberfest, que teve sua data de realização transferida para 15 a 24 de outubro de 2021 devido à pandemia do novo Coronavírus.

2 comentários

  1. […] Último grande evento presencial do Vale do Paranhana antes da Pandemia, o Rippel pontua que a Festa da Cuca é um dos principais eventos da cidade e, apesar e respeitando o momento, não poderia deixar de ser organizada. O prefeito entende que realizar eventos em meio à pandemia é um desafio, mas importante para manter a tradição e não deixar que as promoções fiquem sem continuidade. Outro grande evento regional que foi realizado em formato drive-thru foi a Oktoberfet de Igrejinha, com um dia de programação em 2020 (relembre aqui). […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s