Happy Birthday

Aniversário sem abraços, sem beijos, sem churrasco e, obviamente, sem todos os amigos e parentes por perto neste momento de distanciamento. O que para alguns é motivo de estranheza, frustração e até depressão, apenas me pareceu um momento diferente e até feliz este ano, justamente por ter recebido o carinho dos ditos confirmados, especiais, figurinhas carimbadas que realmente importam e dos que sequer eu imaginei que lembrariam da data, ocultada propositalmente do Facebook, rede que praticamente nos obriga a dar “Parabéns” a todos ilustres conhecidos e desconhecidos, também.

Desculpados estão todos, que, assim como eu, esquecem de muitos aniversários por total desatenção e pouco acesso a essa agenda virtual das redes sociais. Pra mim, não funciona muito bem. Recorro sempre ao famoso lembrete escrito no calendário ou à velha anotação no caderninho. Fora isso, lembrarei de alguns aniversariantes por razões que nem sei exatamente, talvez alguma associação inconsciente, enquanto outros, até mais próximos, serão felicitados com alguns meses de atraso ou na data errada, principalmente se fizerem aniversário em período de férias ou nos finais de semana (embora agora todos os dias sejam praticamente de férias e domingos intermináveis, para quem está em isolamento social). Sorry!

Mas fazer aniversário em tempos de pandemia é uma coisa boa porque, se chegamos até aqui, sobrevivemos a tempo de soprarmos as velinhas para festejar mais um ano de vida e de novas e intensas experiências, nem nos mais loucos devaneios imaginadas por nós. Por isso, aceitar dói menos, como o primeiro passo de muitos que esperamos dar até tudo isso acabar… ou não. Não ao menos do jeito que a gente pressupõe.

Fato é que o inferno astral chegou para todos os aniversariantes do mundo ao mesmo tempo e parece não ter pressa para terminar. O ano do sol está queimando às vésperas do inverno (ou do inferno, como queiram). Ainda assim, comemoremos, seja o que for, no dia de hoje. Da janela, da sacada, do pátio ou por meio de uma live. Diga, cante, manifeste-se, brinde e sorria. O inferno astral passa e a vida também.

Por isso, aos que me conhecem e até alguns que sequer imaginam quem eu seja, mando o convite antecipado: em 2021 quero todos na minha festa de aniversário! Vai ter abraços, vai ter beijos, vai ter churrasco, vai ter amigos, vai ter parentes, vai ter bolo e, principalmente, mais uma velinha para apagar enquanto cantamos juntos o “Parabéns a você”, o “Parabéns a nós”, o “Parabéns a todos”, sem máscara, se assim for possível, para lembrarmos quem fomos antes da pandemia.

Até lá, fiquem em casa, lavem as mãos, usem máscara, cuidem-se e continuem vivos para não faltar ninguém na festa. Ano que vem, não tem desculpas, só se esquecerem o meu aniversário de novo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s