Como congelar e conservar os alimentos? Veja dicas práticas

O governo brasileiro já divulgou que, pelos cálculos atuais, o país não enfrentará desabastecimento de alimentos. Ou seja, não há motivos para a população entrar em pânico e montar um estoque de comida em casa. Até porque, muitos itens possuem prazo de validade e é necessário pensar coletivamente. Porém, com o isolamento social, quanto menos as pessoas saírem do confinamento para irem ao supermercado, melhor. E aí o congelamento de alimentos pode ser uma boa ideia para facilitar o dia a dia, evitar a saída de casa e prevenir a contaminação pelo Coronavírus.

O congelamento é uma técnica de conservação de alimentos muito utilizada pelas famílias brasileiras, mas muitos não o fazem da maneira adequada. O cuidado nunca é exagero, pois bactérias em alimentos crus a temperatura ambiente dobram de quantidade em apenas 20 minutos. A nutricionista e docente da Faculdade Senac Porto Alegre, Cristina Barbosa Frantz, traz algumas dicas importante para garantir alimentos mais seguros.

Alimentos Senac

Confira:

  • Antes de mais nada, o seu freezer deve estar limpo e degelado. As camadas grossas de gelo ocupam espaço e podem trazer contaminação, como resíduos de alimentos e outras sujidades.
  • Garanta que o alimento a ser congelado esteja fresco, limpo e em boas condições. De preferência, providencie o congelamento do alimento logo após a sua compra.
  • No caso de alimentos cozidos a serem congelados, tempere levemente (com pouco sal) e cozinhe minimamente, pois o congelamento tende a acentuar os temperos e a amaciar os alimentos.
  • Após o cozimento, os alimentos devem ser resfriados. Para isto, acondicione-os em recipientes pequenos e rasos e aguarde até que o vapor desapareça mantendo o recipiente aberto em temperatura ambiente por, no máximo, 30 minutos. Em seguida, feche o recipiente, coloque uma etiqueta e acondicione no freezer. Caso o alimento não chegue ao nível da tampa, introduza uma folha de alumínio, papel manteiga ou filme plástico para evitar a cristalização na superfície.
  • É muito importante etiquetar, pois assim você saberá qual alimento está na embalagem, quando foi armazenado e se está na validade! Uma opção é usar canetas permanentes quando forem usados sacos plásticos.
  • Lembre-se: uma vez descongelados, os alimentos não devem ser recongelados! Por isso é muito importante colocar nas quantidades que realmente serão consumidas nas refeições.
  • As embalagens devem ser aquelas com indicação para uso em freezer e micro-ondas, já que devem resistir ao aquecimento e ao frio sem liberar substâncias tóxicas aos alimentos.
  • Carnes resfriadas: podem ser limpas, desossadas, temperadas (dependendo do tipo de carne, claro) e divididas em porções antes de congelar. Para isto, deve-se cuidar para não estender o tempo de 30 minutos de manipulação em temperatura ambiente.
  • Para alimentos industrializados congelados, fique atento à validade, bem como às informações quanto ao tempo de armazenamento do produto após a abertura da embalagem, pois este pode ser diferente do produto fechado.
  • O tempo considerado seguro para congelamento de alimentos manipulados é de, no máximo, 90 dias a uma temperatura maior que 18ºC negativos. Freezer operando em temperaturas entre -10ºC e -18ºC, a validade deve ser de 30 dias.

Estas dicas valem não somente para os dias atuais, mas para a vida toda, não é?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s