Mulheres e famílias: Carnaval de Taquara inova em nome do reconhecimento e igualdade

No próximo domingo, 23 de fevereiro, acontece a  3ª edição do Carnaval Cultural de Taquara. Para este ano, um formato mais popular, onde todos participam, na intenção de resgatar as origens do carnaval taquarense, vai ser colocada na rua. Somado a tudo isso, as inovações também farão parte da festa. E uma das mais importantes delas será o reconhecimento das mulheres e da família no samba.

A proposta de inovação do Carnaval Cultural de Taquara também atinge alas conservadoras do samba. Pela primeira vez, o Bloco Mocidade Jardim do Prado trará a divisão de gênero em sua bateria de show. Isso se deve pelo fato de diversas mulheres se interessarem durante os ensaios e mostrar que a mulher pode atuar tanto no destaque, como passista, quanto como ritmista de bateria.

carnaval -mulheres

Os tradicionais intérpretes/cantores do bloco, Cristiano e Betão, dividirão os vocais com a iniciante Vanessa Sanches. A família Sanches também marcará presença na harmonia, Maurício (Zé do Bêlo) e Theo, pai e filho, participarão nos violões. “Abrir caminho para as mulheres na bateria, como ritmistas, é um ação libertária, que amplia a nossa sensação de pertencimento. Porque da mulher se espera o papel de passista ou destaque, mas desde que o corpo esteja dentro dos padrões de beleza. Poder participar cantando, puxando o bloco ou tocando percussão, nos dá uma sensação de liberdade, que é uma experiência maravilhosa!”, explica Vanessa.

Ela destaca ainda o fato de, além do merecido espaço dado às mulheres, as famílias também poderem comemorar, unidas, o carnaval de Taquara. “A integração da minha família no carnaval cultural está bem intensa este ano. Eu, meus pais, irmãos, marido, meu filho e enteado estaremos pulando, tocando e cantando no Bloco da Mocidade. É uma alegria e, ao mesmo tempo, uma tranquilidade, porque além da minha família, outras famílias compõem o bloco. Nos divertiremos entre amigos e conhecidos!”

Dos 14 integrantes da bateria, seis são mulheres. Angélica Silva da Rosa, esposa de Cristiano Oliveira (intérprete/cantor do Bloco), relata que se interessou em participar da bateria este ano e levou junto sua filha, Fernanda da Rosa Knevitz, que já foi integrante da banda marcial da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Rosa Elsa Mertins. “Nossa família está integrada neste carnaval como nunca antes esteve. A sensação de pertencimento é maravilhosa! Ter minha filha junto numa festa popular tão importante para mim e meu marido é gratificante”, conta Angélica.

Carnaval - mulheres

O Carnaval Cultural de Taquara tem a realização do Bloco Mocidade Independente  Jardim do Prado e da Administração Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes (SMECE) e do Departamento de Cultura, contando ainda com apoio do Coletivo Pró-Cidadania. Mais informações podem ser obtidas com a Diretoria de Cultura de Taquara, pelo telefone (51) 3541-9200, ramal 293; e com Zé Lopes – Carnavalesco, pelo telefone (51) 99680-2469 ou pelo e-mail escoladesamba.taquara@gmail.com.

Serviço
O que: 3ª edição do Carnaval Cultural de Taquara
Quando: 23 de fevereiro, domingo – das 16h às 23h
Onde: Rua Coberta de Taquara – Rua Federação, junto à Praça da Bandeira
Valor: entrada gratuita e classificação livre

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s