Quando somos pelo outro somos mais fortes

Hoje quero contar para vocês da inundação de sentimentos que tomou conta de mim na semana passada e da intensidade que foram esses dias. Não vamos falar de um tema específico sobre maternidade, mas de um tema que está intimamente ligado com a família: a integração, o apoio e o serviço.

Eu e algumas amigas criamos o movimento “A Beleza Vem de Dentro”, que teve sua segunda edição na terça da semana passada, quando trouxemos a Paula Quintão para falar e partilhar um conteúdo riquíssimo. Só que, além da palestra, ela nos trouxe uma visão lindíssima de como nós, aqui de Igrejinha, temos uma união incomparável e nos mobilizamos em favor do outro! Apoiamos as pessoas ao nosso redor, nos disponibilizamos a ajudar, nos colocamos a serviço de forma grandiosa.

Extremamente emocionada com tudo o que viveu em terras gaúchas, a Paula foi embora muito abastecida e também nos deixou abastecidas e com a certeza de que estamos no caminho certo. A frase do título deste texto “quando somos pelo outro somos mais fortes”, traduz tudo o que vivemos nesses dias e todo o propósito do nosso movimento, de estar a serviço do outro, de querer impactar positivamente a vida de quem dividi essa existência conosco e transformar nosso entorno, começar a construir o mundo que queremos viver. Esse mundo que queremos deixar para os nossos filhos, e isso implica nos filhos que vamos deixar para a sociedade.

ABelezaVemdeDentro
Regina Braga, Vitória Braga, Paula Quintão, Silvana Forster, Vanessa Fick e Lisiane dos Santos – organizadoras do projeto com a palestrante do evento.

Volto a dizer que integração, apoio e serviço estão intimamente ligados com a família. Quando temos isso como valores pessoais, transmitimos também aos nossos filhos. Por crescerem perto de pessoas que estão praticando isso, têm exemplos lindos de adultos para refletirem em suas vidas. Vamos integrar as nossas partes, buscar o que falta para sermos completos. Vamos apoiar quando um amigo nos conta sua ideia, ao invés de dizer que não vai dar certo. Vamos nos mobilizar e colocar a serviço do outro, afinal de contas é isso que impulsiona a vida. Vamos expandir toda essa beleza que a Paula Quintão viu em nós e honrar o que nossos antepassados fizeram por Igrejinha, também honrar o que estamos fazendo agora, que é legado que deixaremos para nossos filhos.

Depois destes dias, compartilhando momentos com uma pessoa que tem uma cultura diferente de um estado diferente, pude perceber, através da visão dela sobre nosso chimarrão, o quanto ele é cheio de significados. Todos em uma roda, compartilhando a bebida, momentos e sentimentos, sem que quem trouxe o chimarrão pense que é melhor do que o outro e que não vai dividir, mas sim, está com o objetivo de aquecer o outro, mesmo nos pior dos invernos, e cuidar para que estejamos integrados.

Vamos sentar mais em roda, compartilhar e se colocar em favor do outro, apoiar os movimentos que o outro está fazendo, isso é lindo demais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s