Sexta tem Arte estimula cultura da forma mais genuína e com atrações gratuitas!

Música, teatro e dança. A tríade cultural mais popular do país dita os sorrisos e a emoção do Sexta tem Arte, realizado em Taquara. Desde março, o projeto coordenado pela Associação Cultural Casa do Rock vem promovendo a cultura de forma genuína, envolvendo estudantes da rede pública de Taquara, além de shows abertos ao público em geral – sempre oferecidos gratuitamente.  As apresentações acontecem no Centro Educacional Índio Brasileiro Cezar, antigo Cine Viena, como o próprio nome sugere, em sextas-feiras.

A cada mês, uma manifestação artística é colocada em destaque, iniciando por música intérprete (em março), teatro (em abril), dança (em maio) e música autoral (em junho). “Organizamos as três expressões artísticas em quatro módulos. Estamos estimulando crianças à arte com participação das escolas, praticamente lotando o espaço. Tivemos uma boa adesão do público também à noite, recebendo espectadores de toda a região”, conta Kiko Sousa, músico e professor à frente do projeto. Parte do resultado se dá através da Secretaria de Educação e Cultura de Taquara, que a cada semana leva 50 alunos da rede municipal para assistir as apresentações, além da presença de estudantes das escolas estaduais que completam as vagas.

O projeto foi idealizado e desenvolvido pela Associação Cultural Casa do Rock, contemplado com R$ 60 mil reais no edital #juntospelacultura_2, da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). A execução tem o apoio da Prefeitura Municipal de Taquara, do Sesc Taquara e da startup Sanches Assessoria, além de parceria de alguns voluntários que ajudam na organização.

As atrações foram definidas através de um edital, onde artistas e grupos se inscreveram e foram avaliados e escolhidos por uma equipe formada pelos parceiros do projeto. “Com o valor conseguido a partir da seleção, conseguimos pagar os artistas com caches bons, além de técnicos de som, iluminação e despesas de limpeza e manutenção do espaço. Assim garantimos o acesso gratuito à cultura para a população”, conta Kiko.

Já mostraram seu trabalho, no palco destas sextas-feiras culturais: Big Bang Soul Brasil (foto de abertura da matéria), Rótulo Zero, Paysanos e Zé do Bêlo, como intérpretes; Maria Bela (Cia ÓMaria Teatral), Tudo Que É Feito A Mão (Cia das Plêiades) e Flautinha Encantada (Teatro de Bonecos Quiquiprocó), com o teatro; Na Cultura E Na Tradição Eterniza-se Uma Nação! (CTG O Fogão Gaúcho), Vida Breve, Mas Não Em Vão (ONG Vida Breve), Desenhos E Séries (Escola de Dança Suplés) e Brasil Que Dança/Noturno (Grupo Andanças), com a dança; Renato Velho e Karmã, com a música autoral.

Nesta sexta, fechando o mês, quem sobre ao palco é o músico Chico Paz, acompanhado de sua banda. Em julho, acontecem duas atrações adiadas em função de feriados, sendo uma de teatro e uma de música:

  • 05/07– Quando chega a hora – Cia Teatro 2 por 2 (transferido do dia 10/05)
  • 12/07 – Staut (transferido do dia 21/06)

Sexta tem Arte - Chico Paz - convite

Chico Paz é atração desta sexta-feira, 28 de junho

O músico taquarense Chico Paz vai apresentar o seu “Caminho”, terceiro álbum autoral com o qual está na estrada há dois anos, na sexta-feira, dia 28. Essa é a primeira oportunidade em que vai mostra-lo de forma completa na cidade. “Estamos preparando uma apresentação que reflete bem o espírito desse terceiro álbum, mas também canções dos dois álbuns anteriores, Figurinhas e o EP-Singles. Tudo isso com muita vontade de estar no palco, trocar energia com o público, lavar a alma. Tenho certeza que será um dia muito especial”, projeta o artista. Chico considera que o Sexta tem Arte é uma iniciativa louvável, de acesso e expansão, e para ele é uma alegria imensa fazer parte. “Me sinto verdadeiramente honrado! Em meio a tantos trabalhos intensos e muito bem produzidos, ser escolhido para participar desse projeto é injeção de alegria e inspiração”, declara.

No palco, ele estará ao lado de Régis Moewius, Álvaro Paz, Thiago Heinrich e Daniel Seimetz, deixando em evidência a sua paixão por música e mostrando suas influencias de blues, folk e rock latino, em quase 20 anos de produção autoral.

Para coroar a noite, será exibido o filme “O Retrato Oval”, produzido por Juliana Daniela Schneider, que tem duração de 20 minutos. É de Chico Paz a música que dá nome ao filme, mostrando a amplitude de sua arte, que vai unindo-se à sétima arte.

 

SERVIÇO
O que: Sexta tem Arte – Edição com Chico Paz
Quando: sexta-feira, 28 de junho,  às 14h30 para estudantes e às 19h30 para o público geral
Onde: Centro Educacional Indio Brasileiro Cezar (antigo Cine Viena)
Valor: Entrada Gratuita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s