Como assim, aprender a ser mãe?

No nosso dia a dia com os pequenos, em casa, percebemos que muita coisa mudou nos relacionamentos entre pais e filhos, na maneira de educar, na forma como as crianças agem e assim, na forma como nós, pais, precisamos agir. Somos a primeira geração de pais que está mudando a maneira de educar os filhos, estamos no meio do caminho, não queremos ser agressivos e nem permissivos. Não queremos bater, porque já percebemos que não resolve, não traz resultado nenhum, mas não podemos deixar que as crianças façam tudo o que querem! Em muitos momentos acabamos caindo em um dos extremos, por não ter encontrado ainda o equilíbrio.

Ser pais conscientes e equilibrados na educação, demanda uma certa confiança em si mesmo, muitas vezes sem apoio do resto da família, você também sente isso? O que sua bisavó diria se soubesse que você precisa estudar pra ser mãe? Sim, para que haja essa mudança na educação, precisamos de ajuda, precisamos nos informar e aprender.

Agora estamos aprendendo educação emocional, temos liberdade para expressar nossos sentimentos, coragem de olhar pra si e para o outro com mais empatia e amor. A liberdade da mulher no mercado de trabalho, o reconhecimento de que temos outras necessidades, as diferentes constituições de família, o pai mais presente na criação do filho, também contribuíram para que olhássemos diferente para a maternidade e paternidade, para como vamos educar os nossos filhos nesse mundo contemporâneo.

WhatsApp Image 2019-05-16 at 22.20.37

Essa nova forma de enxergar a parentalidade, essa nova realidade familiar, faz com que muitos não saibam como lidar, se sintam sozinhos na educação dos filhos. Percebemos que só o amor não basta da criação dos filhos, também é preciso conhecimento para saber lidar com cada fase das crianças e adolescentes. Assim teremos famílias mais equilibradas, respeitosas, onde as necessidades de cada membro, pais e filhos, são levadas em conta, onde os valores morais da família é que indicam o próximo passo.

  • O que você tem feito para lidar com os comportamentos desafiadores dos seus filhos?
  • Como sua família influencia na educação que você dá aos pequenos?
  • Você tem valores familiares claros para transmitir aos seus filhos?

Lembre-se, você não está sozinha nessa jornada. Conta comigo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s