Missa Crioula de Parobé celebrou a fé e o tradicionalismo

O Dia 20 de Setembro foi marcado pela celebração de fé e tradicionalismo. A Missa Crioula que aconteceu no CTG Azaléia, foi uma das atrações da Semana Farroupilha de Parobé. Celebrado pelo padre Henrique Neis, o rito contou com o linguajar típico dos pampas e cânticos entoados em ritmo gaúcho.

Na celebração, a missa católica é adaptada em linguagem, ritmo, estilo e símbolos tradicionalistas gaúchos. Ela tem o mesmo sentido espiritual e religioso de uma missa tradicional, mas pelas suas características particulares recebe a denominação de Missa Crioula.

Entre os momentos mais emocionantes da Missa Crioula, esteve o que relembrou um dos mais marcantes episódios da história do Rio Grande do Sul: a guerra entre Maragatos e Chimangos.

Como a missa busca trazer a paz e a compreensão entre todos, os homens que participam da missa depuseram suas armas defronte ao altar, e dois jovens, simbolizando cada lado da disputa, entrelaçaram na cruz os lenços vermelho (Maragato) e branco (Chimango).

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s