Apresentações artísticas e culturais encantam e animam o público no 6º Igrejinha Mix

O final de semana foi de intensa movimentação no Parque de Eventos Almiro Grings, onde aconteceu mais uma edição do Igrejinha Mix. Comemorando os 58 anos de Igrejinha, o evento em formato de multifeira reuniu diversos segmentos da economia local com uma ampla e variada programação para toda a família. Como todo bom evento deste estilo, as atividades artísticas e culturais são muito aguardadas e também atraem o interesse do público. Durante os três dias de eventos, artistas de diferentes estilos se apresentaram no Palco Cultural, encantando, emocionando e animando os igrejinhenses e visitantes.

Para o secretário de Turismo e Cultura Igrejinha, Juliano Müller de Oliveira, a receptividade do público com as atrações foi muito positiva. “É natural a ideia de idolatrar artistas de renome, porém o público também prestigia seus conhecidos e familiares, se identifica com os artistas locais estabelecendo conexão diferente entre palco e plateia. Isso foi perceptível na participação das invernadas tradicionalistas, os grupos de dança folclórica e os demais”, registra. Ele pontua ainda que, em outras edições, devido a ajustes de feriados de junho, o evento se realizou em mais dias, recebendo mais atrações culturais. Ele valoriza as apresentações e o talento dos artistas prata da casa, reforçando o quanto momentos como este são importantes para eles. “O IgrejinhaMix sempre foi vitrine para os artistas locais e assim continuará porque qualquer artista desenvolve a interatividade com a plateia gradativamente. Carreiras artísticas sólidas são construídas geralmente a partir de apresentações locais frente a aqueles são mais familiares ao artista”.

Variadas manifestações culturais engrandecem a programação

Abrindo a programação, na sexta-feira (10), a Noite Gospel atraiu o público evangélico, em atividade coordenada pelas igrejas pentecostais localizadas no município. Foi um momento para adorar a Deus, agradecendo e pedindo bênçãos para Igrejinha e sua comunidade.

No sábado à tarde, o Momento Oktoberfest deu aquele gostinho da Maior Festa Comunitária do Brasil. Grupos de dança folclórica alemã se apresentaram, além da bandinha. Também foram conhecidos os candidatos a Bubchen e Mädchen (corte infantil) e a Seniorin (representante da terceira idade) da 33ª Oktoberfest de Igrejinha.

A noite de sábado foi marcada pelo concerto da Orquestra de Câmara Paranhana. Com um repertório que contemplou músicas clássicas, além de contemporâneas, incluindo as tradicionalistas gaúchas, o espetáculo encantou e empolgou o público que interagiu com os artistas, espantando o frio que se fazia presente. Além dos instrumentistas de corda friccionadas que compõe a OCP, a apresentação contou com a participação do solista Alex Barbosa e da Família Rolim. O maestro e diretor da Orquestra, João Borba, declara sua felicidade em ter a oportunidade de fazer música para as pessoas de uma forma geral, em um ambiente aberto e variado e não onde as pessoas vão exclusivamente para ver uma orquestra. “Quando eu penso na hora de montar o repertório, busco atender esse público diverso e apresentar a orquestra mostrando sua potencialidade e que todo estilo pode ser tocado por uma orquestra. Esse evento reúne muitas áreas e a orquestra combina muito com essa diversidade que tem o Igrejinha Mix. Nós estamos aqui para ser uma ponte entre a música e as pessoas”, avalia.

Durante o final de semana, o Bier Platz, que foi comandado pela Associação dos Cervejeiros Artesanais de Igrejinha (Acervai), também recebeu música para animar o público. Na sexta e sábado a noite, a dupla Felipe e Maxwell cantou dos clássicos às novidades do sertanejo. No horário do almoço, a tradicional bandinha típica marcou presença através da Bandinha Macega Show, no sábado, e da Bandinha Real Madrid, no domingo.

Ao final da manhã de domingo quem ganhou espaço foram as tradições gaúchas com as apresentações das invernadas artísticas dos CTGs Os Tauras da Colina e Sentinela da Tradição, de Igrejinha. As famílias se reuniram em torno do espaço celebrando a arte e a cultura gaúcha com empolgação e orgulho. Para a Patroa do CTG Sentinela da Tradição, Márcia Goreti Augustin, esta é uma oportunidade para cumprir com a missão de divulgar a cultura gaúcha. “Aqui atendemos todos os públicos que sempre nos recebe muito bem. Aqui a gente recebe elogios e também convites para se apresentar em outros eventos e locais. Sempre tem gente que não circula nos ambientes de CTGs, mas que ao nos ver gosta e propõe esse intercambio cultural. O público que não tem o hábito de assistir esse tipo de arte fica impressionado porque acha que é difícil aprender. É preciso muito ensaio, mas não é difícil aprender”, já instigando quem se interessar para participar também.

A tarde de domingo iniciou com Show Infantil com o Circo Mariotti. Muita música, arte circense e interação com as famílias marcaram o momento que animou a criançada e também seus pais e demais acompanhantes. Na sequencia, foi a vez do Grupo Instinto Natural subir ao palco. Os artistas trouxeram os clássicos do estilo, animando o público e colocando muita gente para dançar.

O encerramento do evento contou com grande espetáculo do humorista Badin, com o seu show “Um Colono na Cidade”, muito aguardado pelo público que lotou o pavilhão. Contando os causos dos colonos, interagindo com o público e arrancando boas risadas, ele e, ao final, sua mãe Maria, fecharam com chave de ouro o momento, deixando aquele desejo de que o próximo Igrejinha Mix chegue logo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s