Escritores do Vale do Paranhana estarão presentes na Feira do Livro de Rolante

Os integrantes do Coletivo de Escritores e Artistas do Paranhana (CEAP) são presença confirmada na 19ª Feira do Livro de Rolante. Tradicionalmente, o evento já possui um espaço para que os escritores rolantenses possam expor seu trabalho, conversar com o público e comercializarem seus livros. Para esta edição, que acontece no Parque da Kuchenfest, eles ganham a companhia dos membros do coletivo. E na manhã de sábado (07), os escritores sobem ao palco do evento para falar sobre seus trabalhos, em um momento de troca com o público. Estarão presentes  Airton Schirmer (Passagens), Ana Elicker (Literácia Digital), Claudir dos Santos (No Rio que Corre Ligeiro), Doralino Souza da Rosa (Dentes no Copo do Uísque), Patrícia Ziani Benites (Tocando o Coração, Enxergando a Alma), Paulo Wagner (Crônicas do  Sul do Mundo) e Vera Regina Oliveira (Fragmentos de um Sonho Três).

Para o presidente do Coletivo, Paulo Wagner, a oportunidade é importante para estreitar relações e promover o trabalho. “É uma parceria literária de aprofundamento das relações e troca de experiências entre os escritores, além do fortalecimento do Coletivo dos Escritores e Artistas do Paranhana como entidade agregadora dos diferentes estilos literários e artísticos, propondo estratégias e políticas culturais de valorização da grande diversidade cultural e literária da nossa região”.

A coordenadora de cultura de Rolante, Joyce Reis, destaca que este evento tem grande relevância no calendário de eventos do município e esta parceria chega para agregar. “A feira do livro em um município é o ponto máximo em que a cidade diz para a sua população o quanto a leitura é importante para o ser humano. Por isso valorizar os escritores locais e regionais é fundamental, pois de nada vale fazer uma Feira que não damos oportunidade para nossos escritores”, destaca. Ela completa ainda que, na primeira feira realizada no município, havia apenas um escritor rolantense e que, atualmente, já são mais de dez. “Isso mostra o quanto a Feira é importante e que não incentiva só a leitura, mas a escrita também. Fico muito feliz em acompanhar a evolução e organização dos nossos escritores”, conclui.

Paulo celebra o momento de fala para os escritores locais no sábado pela manhã. “Essa oportunidade em eventos como a Feira do Livro de Rolante tem se tornado espaços interessantes para a divulgação, potencialidade, talento e diversidade literária de qualidade dos escritores do Paranhana. O CEAP tem sido um importante instrumento de força coletiva da região no diálogo com os tradicionais espaços culturais como por exemplo as feiras, e também na criação de espaços alternativos como os Saraus e intercâmbio com outros coletivos”.

Paulo ainda destaca que o grupo tem pensado em promover uma feira itinerante nas cidades que compõem o Vale do Paranhana. “Estamos analisando a possibilidade de realizarmos uma feira alternativa só com escritores locais e convidados de outros coletivos com apresentações artísticas e arte de rua”, adianta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s