Revista Paranhana Literário entra em seu segundo ano e apresenta novidades ao público

Uma nova edição da revista digital Paranhana Literário já está no ar. Chegando ao exemplar de número sete e entrando em seu segundo ano de existência a Revista Paranhana Literário apresenta uma nova identidade visual na capa e ganha novos colunistas. Lançada no dia do aniversário de Agatha Cristie, 15 de setembro, a revista faz uma homenagem à icônica autora mais publicada no mundo e que, lá no começo de sua carreira foi recusada por várias editoras, evidenciando que, na escrita, a persistência e adedicação andam juntas.

A edição vem recheada de destaques culturais, entre os quais está a entrevista com a escritora Irka Barrios, uma expoente da nova geração de autoras que foi vencedora do Prêmio Jabuti. A matéria sobre economia criativa traz as impressões do mercado editorial, com o fundador da Editora Estronho, Marcelo Amado. Há matéria sobre o novo livro de Tônio Caetano, vencedor do Prêmio Sesc de Literatura, e o autor também publica um conto nessa edição. O Vale do Paranhana está presente em matéria sobre a coletânea de poesias da rolantense Ana Elicker, na música de Porthos Olinto, na crônica de Chico Paz e em um conto de Doralino Souza. A nova Paranhana Literário conta ainda com contribuições de outros escritores da região e outros locais do Brasil, com espaço para a poesia de um morador de Lubango, na Angola. “Da crônica ao terror, de autores iniciantes aos já consagrados a Revista Paranhana Literário se apresenta com um celeiro para todas as vozes que formam a rica e diversificada literatura do Brasil”, explica o idealizador e editor do projeto, Doralino Souza.

A revista pode ser conferida on-line ou através de download gratuito no site da editora JM2D responsável pelo projeto

Novas colunas agregam ao já consolidado trabalho

Entre as novidades, acontece a estreia do colunista Heleno Junior, de Pernambuco, que vai abordar o mundo das HQs a cada edição. Outras estreias são Heidi Gisele Borges, do Paraná, com a coluna “Balaio de leituras” e da jovem escritora porto alegrense de apenas 13 anos, Melissa Mellve, que fará resenhas de livros juvenis. Para fechar a série de novas colunas, a  “Especulando”, de Jaime de Andruart, vai falar sobre os gêneros especulativos na literatura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s