Inspirado em jardins europeus, Parque de Flores em São Chico é novidade turística do RS

Um espaço de 135 hectares dedicado às flores abre as portas ao público no final de novembro, em São Francisco de Paula. Inspirado em jardins da Áustria, Suíça e, principalmente, da Itália, o Mátria Parque de Flores tem investimento de R$ 25 milhões e está localizado em frente à ERS-235 (km 68 da rodovia que liga São Chico a Canela) e chega para surpreender os visitantes da Serra Gaúcha. 

O empreendimento turístico apresenta 20 jardins projetados para encantar e ensinar sobre a natureza, combinando espécies vegetais ornamentais com as que oferecem sombra e frutas que, em breve, também poderão ser colhidas pelo visitante. A previsão de permanência é de um a dois dias para a visitação completa do parque.

Mátria Parque de Flores está situado no km 68 da ERS-235 / Foto: Pâmela Boelter Herrmann

Os jardins do Mátria, criados como obras de arte em grande escala, estão ligados por 8 km de caminhos feitos para gerar experiência única de convivência ao ar livre. Outros 4km de trilhas autoguiadas levam os visitantes a conhecer a Mata com Araucária, uma das principais características do bioma Mata Atlântica. Além de jardins e trilhas na Mata, o parque apresenta elementos da paisagem natural, como os banhados que são áreas de preservação permanente, um lago e as coxilhas do ambiente.

2 milhões de mudas

A coleção já plantada no Parque conta com 300 espécies diferentes. São 2 milhões de mudas de flores, com destaque para o roseiral com mais de 22 mil mudas de rosas, cujo material genético foi importado da Alemanha, 12 mil árvores e um túnel de glicínias de 102m de extensão, um dos maiores do mundo. Para o trabalho de irrigação, foram instalados 20 km de equipamentos, com sistema totalmente automatizado.

O Mátria Parque de Flores tem projeto arquitetônico assinado por Nicholas Alencar, da Alencar Arquitetura, e projeto paisagístico por Juliana Castro, da JA8 Arquitetura e Paisagem, ambos de Santa Catarina, a partir de estudos da topografia e da flora local. A implantação dos ambientes que misturam arte e conhecimento do parque está a cargo do engenheiro civil Jeferson Mossi da Silva e do engenheiro agrônomo Maicon Possamai Velho.

Conheça o parque:

Mátria Boulevard – É um paradouro que fica na entrada do parque onde o visitante tem livre acesso e encontra área de acolhimento, cafeteria, lojas de flores e de produtos Mátria, restaurante, sanitários, área administrativa e a bilheteria para o ingresso no parque. O Boulevard pode ser visto da rodovia. É uma obra surpreendente, construída em um semicírculo envidraçado, com 1,8 mil metros quadrados.


Restaurante subterrâneo – Instalado à beira do lago, com deck que avança sobre as águas. O projeto arquitetônico acompanha o desenho da natureza e faz o espaço de gastronomia se encaixar na coxilha, onde os visitantes poderão caminhar sobre ele. No espaço haverá pizzaria e outras delícias no cardápio.


Monumento à Borboleta – espaço criado para contemplação e atividades como meditação e  conexão com a natureza.


Casa de Chá – espaço lúdico de gastronomia onde a personagem Floriana, a botânica, e os polinizadores da Terra, das Cores, da Essência e da Água receberão o público. A casa cenográfica em madeira integra o storytelling do parque e está no alto de uma coxilha, com vista privilegiada de grande parte do Mátria.


Jardim Botânico – a coleção de plantas perenes e de época que estarão à disposição do público faz parte do papel conservacionista e educacional do parque, cujo objetivo é também ensinar a importância da vegetação, da conservação da biodiversidade e do desenvolvimento sustentável.

Outras atrações: Jardim de brincar, barcos no lago, piqueniques em duas modalidades, apresentações artísticas e oficinas culturais e de educação ambiental.

Mátria Parque de Flores é um empreendimento turístico inovador na região e no país que tem como investidores os empresários Fernando Ernesto e Amanda Catharina Piazza. O projeto ousado e contemporâneo será referência em paisagismo e arquitetura. A sua beleza não está somente no que foi pensado e construído pelas pessoas, mas, sobretudo, na dinâmica e nas surpresas que a natureza verdadeiramente oferece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s