Oito gaúchos se classificam para segunda fase do The Voice Brasil Kids 2021

A temporada 2021 do The Voice Kids inicia uma nova etapa e, nela, oito gauchinhos representam a bandeira do Rio Grande do Sul com suas potentes e encantadoras vozes. Os cantores mirins tem agora as temidas batalhas pela frente e a missão de seguir encantando os técnicos e o público de todo o País.

Conheça um pouco dos representantes do RS nesta segunda fase dos The Voice Kids Brasil 2021:

Valentina Corrêa

Com 9 anos de idade, a porto-alegrense Valentina Corrêa se apresentou cantando música pop (“Shake it off”, de Taylor Swift), mas a cantora mirim carrega mesmo é o tradicionalismo no sangue, pois é neta de Gildinho, do grupo Os Monarcas. Gildinho, inclusive, é uma das principais referências como gaiteiro/sanfoneiro para Michel Teló. E essa ligação entre referências artísticas também ajudou para que a cantora escolhesse participar do time do sertanejo para a próxima fase da competição.

Valentina Corrêa / Foto: Reprodução TV Globo

Evellyn Katzer

Natural de Camaquã, Evellyn Katzer, 12 anos, se apresentou no terceiro dia de audições às cegas. A menina tímida que tem a música como paixão foi selecionada para o time de Gaby Amarantos, cantando “Casinha Branca”, do cantor e compositor Gilson. Por fim, ela contou o que espera de sua participação no programa. “Eu gosto de pensar coisas boas para receber coisas boas. Não importa o que aconteça, eu sempre serei grata por tudo”, declara.

Evellyn Katzer / Foto: Reprodução TV Globo

Luiza Andrade

No quarto dia de Audição às Cegas, direto de Candelária, Luiza Andrade se apresentou com o sucesso “Mudei”, de Kell Smith. A cantora impressionou todos os técnicos e virou as três cadeiras. Luiza começou a cantar com três anos e afirmou que a influência veio dos pais. A jovem de 13 anos escolheu o time de Michel Teló, que elogiou o timbre e o roteiro da canção.

Luiza Andrade / Foto: Reprodução TV Globo

Marina Duarte

Também no quarto programa, Marina Duarte, 11 anos, animou ao cantar “Dancin’ Days“, do grupo As Frenéticas. De Sapucaia do Sul, sua maior incentivadora foi a avó, que a colocou nas aulas de canto. A cantora mirim arrancou elogios dos três técnicos e se tornou participante do time de Gaby Amarantos.

Marina Duarte / Foto: Reprodução TV Globo

Lipe Araújo

De Charqueadas e cantando “Amor Maior”, da banda Jota Quest, Lipe Araújo, 13 anos, tem um estilo musical preferido um pouco incomum entre os jovens, a música italiana. O gosto pelo estilo surgiu quando o garoto conheceu a história de Andrea Bocelli pela internet. Depois disso, veio ao natural o gosto pela música italiana, também com outras referências, como Luciano Pavarotti (1935 – 2007), IL Volo, Matteo Tarantino, Delazeri & Juan Pablo. O cantor mirim será mais um que também fará parte do time Teló.

Lipe Araújo / Foto: Reprodução TV Globo

Manu Ferraz

Natural de Santa Maria, a gauchinha de 11 anos protagonizou uma batalha sadia entre os jurados que viraram suas cadeiras logo no início da apresentação da cantora mirim. Todos ficaram encantados com uma interpretação autêntica da música “Evidências”, da dupla Chitãozinho & Xororó. Por fim, Manu, que foi influenciada pelo irmão a cantar, escolheu participar do time de Michel Teló.

Manu Ferraz / Foto: Reprodução TV Globo

Mel

A porto-alegrense Mel subiu ao palco representando a cidade onde mora há cerca de dois anos, Feira de Santana, na Bahia. Filha do cantor alegretense Rogério Freitas, a cantora mirim de 11 anos foi a terceira voz a encarar os jurados no penúltimo dia de audições às cegas. Mel cantou a música “Perfeitinha”, de Enzo Rabelo, e encantou a todos, em principal o seu técnico para a próxima fase da competição, Michel Teló.

Mel / Foto: Reprodução TV Globo

Júlia Antonini

No último dia de audições às cegas, a gaúcha de Palmeira das Missões, que começou a cantar na igreja e depois migrou para o nativismo, subiu ao palco e encantou com a sua interpretação de “Love of my life”, da banda britânica Queen. Todos os jurados viraram as cadeiras para Júlia e, como os times já estavam fechados, um bônus do programa fez com que a cantora de 13 anos escolhesse ocupar uma vaga extra na equipe do cantor Michel Teló.

Júlia Antonini / Foto: Reprodução TV Globo

Encerrada a fase das audições, agora o programa segue para sua segunda etapa. Nas batalhas, os cantores de cada time disputam entre si — cabe ao técnico da equipe decidir quem segue no reality show. O reality musical vai ao ar aos domingos, na Rede Globo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s