Lançado primeiro livro de trilogia de poemas com curadoria de professora e escritora rolantense

Que tal um poema para deixar o seu dia melhor? Eles refletem sentimentos e tem o poder de tocar o coração. E é uma seleção de poemas que compõe o primeiro lançamento da trilogia “Retalhos” que tem curadoria da professora e escritora Ana Eliker. Intitulada “Quarentena Poética”, a obra literária reúne 30 poetas de diversas regiões do Brasil e de outros países, mesclando autores renomados e anônimos. No volume de estreia os poetas exploram, através de seus versos, o período de mais de cem dias no qual as pessoas se encontraram enclausuradas nas suas casas em função da Pandemia de Covid-19.

Angustiada com o isolamento social, ela decidiu que queria ajudar de alguma forma.  “Eu gosto muito de escrever. A escrita me acalma, me cura. Eu queria que as pessoas tirassem o foco da doença/vírus e riscos, que se cuidassem de todas as formas… Então convidei para escrever sobre seus desejos e sonhos…”, conta. O convite foi feito através de um vídeo curto postado em suas redes sociais, seguido por um edital e o lançamento da ideia. “Criei um grupo no WhatsApp, dei meu e-mail e comecei a convidar as pessoas. E os poemas foram chegando…”, relembra.

Os poetas enviaram seus textos para a curadoria da organização da obra. “Entre os selecionados da região temos empresários, professores e uma senhora de 84 anos com pouca escolaridade. A diversidade plural é o que torna a obra um registro histórico do momento. Estou tão feliz com a mágica no olhar dos autores”, declara Ana. O Vale do Paranhana está representado com contribuições de cinco escritores. Alzira Thiesen da Silva, com o poema No jardim da minha vida; Ana Beatris Lazzari, autora de Entreguei ao Criador; Lisiane Bonetto Prezzi com O maternar na quarentena; e Marco Aurélio Schmidt com A casa de Joana, todos de Rolante, além de Luis Carlos Ebert, de Três Coroas, com o texto Continuação.

A obra Retalhos – Quarentena Poética
pode ser adquirida no site da editora Cirkula

O segundo volume já está em construção e tem como tema o despertar humano. “Busca o registro poético do despertar da humanidade em virtude do acontecimento do isolamento social. Os poemas podem remeter ao TEMPO: sociedade, mudanças, ritmos; EU: autoconhecimento, autogestão, relações, percepções e no OUTRO: enquanto diferente, único e igualmente humano”, explica. Qualquer pessoa que se sinta à vontade, sendo escritor ou amador pode fazer contato com a autora e enviar seu poema para análise.

Com essa proposta de levar uma mensagem positiva e ajudar de alguma forma durante este período, todas as segundas-feiras, às 20 horas, ela realiza uma live em seu Instagram @anatelicker.

A obra Retalhos – Quarentena Poética já está à venda pelo valor de R$24,90, no site da editora Cirkula (clique aqui) ou diretamente com a autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s