Nova editora taquarense reforça o segmento dos quadrinhos no País

Há poucos dias o terceiro lançamento da Tai Editora, localizada em Taquara, chegou na Amazon, uma das maiores empresas do mundo. Pois o álbum em questão é “Crazy Jack – A Saga do Fantasma“, dos argentinos Manuel Morini e Rubén Meriggi (1959 – 2018), que é o primeiro de uma nova iniciativa da Tai no mercado editorial brasileiro, publicando obras da Argentina.  A publicação não é a estreia da editora que, em 2019, trouxe de volta ao Brasil o artista italiano Magnus (1939 – 1996), com seu polêmico personagem Necron.

Tai Editora Jack.jpg
Produto da Tai Editora disponível na Amazon

A Tai Editora é comandada pela jornalista e publicitária Taína Lauck e pelo editor e designer Rodrigo Viegas. A dupla atua ainda no segmento de marketing e publicidade em Taquara e região.

Nos últimos dois anos, a Tai vem se dedicando a outros projetos fora do mercado tradicional da publicidade, como a publicação de livros e quadrinhos. Além de Necron e Crazy Jack, outro livro que está chegando pela Tai é “Cazador Sagas – Viagens Inesperadas“, com um dos personagens mais populares da Argentina nos anos 90, El Cazador, criado por Jorge Lucas.

Tai Editora - Cazador.png

Além do Rio Grande do Sul ser berço de quadrinistas de projeção nacional e internacional como Rafael Grampá, Allan Sieber, entre outros, o Estado também conta com o exemplo da L&PM, casa editorial que, há mais de 40 anos, faz circular nomes do underground e do mainstream das HQ’s nacionais e internacionais. Magnus, por exemplo, foi publicado pela L&PM no final dos anos 80. Três décadas depois, Magnus Necron ressurgiu no país por iniciativa dos dois taquarenses da Tai Editora.

A distância das principais capitais do país segue apontada com a grande dificuldade dos editores. No entanto, para as ambições da Tai, nada disso assusta. “Quero publicar coisas de que gostamos e nos identificamos, que fazem falta no nosso mercado.  São projetos com frescor e romantismo na sua execução, de quem é apaixonado pelo que faz”, explica Taína.

A comunidade de leitores da região comemora o romantismo dessa empreendedora. Principalmente num segmento que se encontra em constante declínio em nosso país:  cultura.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s