Fez história: sul coreano “Parasita” é o Melhor Filme no Oscar 2020

O Oscar 2020 foi histórico! Pela primeira vez, um filme de língua de estrangeira conquistou o maior prêmio da noite. O sul coreano “Parasita“, além de Melhor Filme, ainda conquistou Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Filme Estrangeiro. Se esta foi a grande surpresa da noite, as premiações de Melhor Ator, para Joaquim Phoenix, o “Coringa”, e de Melhor Atriz para Renée Zellweger por Judy: Muito Além do Arco-Íris, e de Melhor Ator Coadjuvante para Brad Pitt – que já tinha conquistado todas as premiações do ano – tiveram os favoritismos confirmados.

Outro favorito – mas em uma categoria bem menos badalada -que conquistou a estatueta foi o “Hair Love“, como Melhor Curta Animado. Ele coloca em destaque a representatividade do negro através de uma menininha linda cuidada pelo pai e a relação com o seu cabelo crespo.

Hair Love - Oscar.jpg

O brasileiro “Democracia em Vertigem” não conquistou a estatueta de Melhor Documentário. Esta premiação foi conquistada pela produção “Indústria Americana“, que tem a participação de Michele e Barack Obama. O Brasil segue sem ter uma estatueta da principal premiação do cinema internacional.

Destaques da noite

Ativista, Joaquim Phoenix aproveitou e espaço do discurso de Melhor Ator para colocar em destaque pautas que ele defende. Falta de representatividade, injustiça social, egoísmo do ser humano e até crueldade animal entraram nas causas e ganharam o merecido destaque.

Se em alguns momentos os discursos de protestos foram inflamados, nesta edição, a sutileza se fez presente. São os casos de Natalie Portman, que usou uma capa com nomes de diretoras que não foram indicadas ao prêmio (não havia nenhuma mulher concorrendo a Melhor Diretora) e de Jane Fonda, que além de repetir o look que usou no Oscar de 2014, esteve acompanhada, quando subiu ao palco para anunciar o prêmio mais aguardado da noite, de seu “casaco de protesto” a tiracolo – peça usada por ela em diversas ações ativistas.

Bong Joon Ho, diretor de Parasita, subiu ao palco em três oportunidades e discursou em coreano. Depois de levar “Melhor Filme Estrangeiro”, para o qual era o favorito, atônito não parecia acreditar na estatueta de Melhor Diretor que levaria para casa e saudou seus concorrentes, ícones da profissão e suas referências. Ele desbancou nada menos que alguns dos mais exaltados como Quentin Tarantino e Martin Scorsese, Não poderia, neste momento imaginar, que ele ainda subiria ao palco, junto de toda a equipe para receber a principal premiação da noite. A academia da sétima arte  premiou, pela primeira vez, um filme que não era de língua inglesa. A academia abraça o mundo, aprendeu a “ler legendas” e valoriza a diversidade celebrando a democratização do cinema mundial.

Bong Joon - Chris Pizzello-AP
Bong Joon muito emocionado – Chris Pizzello-AP

A importância da música para o cinema foi celebrada com a exibição de trechos de filmes com suas trilhas sonoras icônicas, um momento dividiu opiniões. Ao final, o rapper Eminem cantou “Lose Yourself”, canção pela qual ele ganhou o Oscar de Melhor Canção Original em 2013, oportunidade em que não foi à premiação receber a estatueta.

Esta foi a 92ª edição do Oscar, a mais importante premiação do cinema mundial. A cerimônia foi realizada na noite de 09 de fevereiro, em Los Angeles, na Califórnia (Estados Unidos).

Confira a lista completa dos vencedores:

MELHOR FILME

Elenco e equipe de 'Parasita' no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto Mario Anzuoni-Reuters
Elenco e equipe de ‘Parasita’ no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto: Mario Anzuoni-Reuters

MELHOR ATOR

MELHOR ATRIZ

MELHOR ATOR COADJUVANTE

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

MELHOR ANIMAÇÃO

MELHOR FOTOGRAFIA

Roger Deakins recebe o Oscar de melhor fotografia por '1917' — Foto Mario Anzuoni-Reuters
Roger Deakins recebe o Oscar de melhor fotografia por ‘1917’ — Foto: Mario Anzuoni-Reuters

MELHOR FIGURINO

Jacqueline Durran recebe o Oscar de melhor design de figurino por 'Adoráveis Mulheres' — Foto Chris Pizzello-AP
Jacqueline Durran recebe o Oscar de melhor design de figurino por ‘Adoráveis Mulheres’ — Foto: Chris Pizzello-AP

MELHOR DIREÇÃO

MELHOR DOCUMENTÁRIO

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM

MELHOR EDIÇÃO

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker recebem o Oscar de melhor maquiagem e cabelo por 'O escândalo' — Foto Mario Anzuoni-Reuters
Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker recebem o Oscar de melhor maquiagem e cabelo por ‘O escândalo’ — Foto: Mario Anzuoni-Reuters

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

MELHOR CURTA ANIMADO

MELHOR CURTA METRAGEM

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

MELHOR MIXAGEM DE SOM

MELHORES EFEITOS VISUAIS

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s