Fez história: sul coreano “Parasita” é o Melhor Filme no Oscar 2020

O Oscar 2020 foi histórico! Pela primeira vez, um filme de língua de estrangeira conquistou o maior prêmio da noite. O sul coreano “Parasita“, além de Melhor Filme, ainda conquistou Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Filme Estrangeiro. Se esta foi a grande surpresa da noite, as premiações de Melhor Ator, para Joaquim Phoenix, o “Coringa”, e de Melhor Atriz para Renée Zellweger por Judy: Muito Além do Arco-Íris, e de Melhor Ator Coadjuvante para Brad Pitt – que já tinha conquistado todas as premiações do ano – tiveram os favoritismos confirmados.

Outro favorito – mas em uma categoria bem menos badalada -que conquistou a estatueta foi o “Hair Love“, como Melhor Curta Animado. Ele coloca em destaque a representatividade do negro através de uma menininha linda cuidada pelo pai e a relação com o seu cabelo crespo.

Hair Love - Oscar.jpg

O brasileiro “Democracia em Vertigem” não conquistou a estatueta de Melhor Documentário. Esta premiação foi conquistada pela produção “Indústria Americana“, que tem a participação de Michele e Barack Obama. O Brasil segue sem ter uma estatueta da principal premiação do cinema internacional.

Destaques da noite

Ativista, Joaquim Phoenix aproveitou e espaço do discurso de Melhor Ator para colocar em destaque pautas que ele defende. Falta de representatividade, injustiça social, egoísmo do ser humano e até crueldade animal entraram nas causas e ganharam o merecido destaque.

Se em alguns momentos os discursos de protestos foram inflamados, nesta edição, a sutileza se fez presente. São os casos de Natalie Portman, que usou uma capa com nomes de diretoras que não foram indicadas ao prêmio (não havia nenhuma mulher concorrendo a Melhor Diretora) e de Jane Fonda, que além de repetir o look que usou no Oscar de 2014, esteve acompanhada, quando subiu ao palco para anunciar o prêmio mais aguardado da noite, de seu “casaco de protesto” a tiracolo – peça usada por ela em diversas ações ativistas.

Bong Joon Ho, diretor de Parasita, subiu ao palco em três oportunidades e discursou em coreano. Depois de levar “Melhor Filme Estrangeiro”, para o qual era o favorito, atônito não parecia acreditar na estatueta de Melhor Diretor que levaria para casa e saudou seus concorrentes, ícones da profissão e suas referências. Ele desbancou nada menos que alguns dos mais exaltados como Quentin Tarantino e Martin Scorsese, Não poderia, neste momento imaginar, que ele ainda subiria ao palco, junto de toda a equipe para receber a principal premiação da noite. A academia da sétima arte  premiou, pela primeira vez, um filme que não era de língua inglesa. A academia abraça o mundo, aprendeu a “ler legendas” e valoriza a diversidade celebrando a democratização do cinema mundial.

Bong Joon - Chris Pizzello-AP
Bong Joon muito emocionado – Chris Pizzello-AP

A importância da música para o cinema foi celebrada com a exibição de trechos de filmes com suas trilhas sonoras icônicas, um momento dividiu opiniões. Ao final, o rapper Eminem cantou “Lose Yourself”, canção pela qual ele ganhou o Oscar de Melhor Canção Original em 2013, oportunidade em que não foi à premiação receber a estatueta.

Esta foi a 92ª edição do Oscar, a mais importante premiação do cinema mundial. A cerimônia foi realizada na noite de 09 de fevereiro, em Los Angeles, na Califórnia (Estados Unidos).

Confira a lista completa dos vencedores:

MELHOR FILME

Elenco e equipe de 'Parasita' no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto Mario Anzuoni-Reuters
Elenco e equipe de ‘Parasita’ no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto: Mario Anzuoni-Reuters

MELHOR ATOR

MELHOR ATRIZ

MELHOR ATOR COADJUVANTE

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

MELHOR ANIMAÇÃO

MELHOR FOTOGRAFIA

Roger Deakins recebe o Oscar de melhor fotografia por '1917' — Foto Mario Anzuoni-Reuters
Roger Deakins recebe o Oscar de melhor fotografia por ‘1917’ — Foto: Mario Anzuoni-Reuters

MELHOR FIGURINO

Jacqueline Durran recebe o Oscar de melhor design de figurino por 'Adoráveis Mulheres' — Foto Chris Pizzello-AP
Jacqueline Durran recebe o Oscar de melhor design de figurino por ‘Adoráveis Mulheres’ — Foto: Chris Pizzello-AP

MELHOR DIREÇÃO

MELHOR DOCUMENTÁRIO

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM

MELHOR EDIÇÃO

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker recebem o Oscar de melhor maquiagem e cabelo por 'O escândalo' — Foto Mario Anzuoni-Reuters
Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker recebem o Oscar de melhor maquiagem e cabelo por ‘O escândalo’ — Foto: Mario Anzuoni-Reuters

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

MELHOR CURTA ANIMADO

MELHOR CURTA METRAGEM

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

MELHOR MIXAGEM DE SOM

MELHORES EFEITOS VISUAIS

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s