John & Yoko, livro para reler e quadrinho nacional

Só o céu como testemunha

01

Nesses tempos gritantes, quem procura boa poesia musical, com uma pitada de idealismo, a dica é um documentário de 89 minutos, disponível na Netflix, que apresenta entrevistas e imagens do mais famoso Beatle e sua amada, (às vezes odiada por muitos fãs), Yoko Ono. “John & Yoko: Só o céu como testemunha” utiliza arquivos inéditos do casal, para transmitir a história não contada por trás de sua música clássica “Imagine” e o icônico álbum de mesmo nome. John e Yoko: Só o céu como testemunha” oferece um vislumbre de Lennon em seu trabalho / studio / home, interagindo não só com sua esposa, mas em sessões de gravação com o colega George Harrison, o guitarrista Eric Clapton e o produtor Phil Spector.

 

Iniciantes, de Raymond Carver

02

Tem um livro na minha estante que eu sempre releio. Não passa um bimestre sem que eu reveja pelo menos um dos contos que compõem a antologia. E eu releio justamente para absorver a forma de escrita do autor. Estou falando do livro Iniciantes de Raymund Carver. O livro foi publicado pela primeira vez em 1981, nos Estados Unidos. Com enorme sucesso de público e crítica, valeu a Raymond Carver o epíteto de escritor “minimalista”, tão surpreendentemente enxutos, breves e silenciosos os textos pareciam. Mais tarde o público ficou sabendo que Gordon Lish, o editor de Carver na Knopf, havia cortado o texto dos contos em cerca de 50%. Esta edição, lançada no Brasil em 2006, pela Companhia das Letras, traz os dezessete contos integrais, do jeito que saíram da pena e do imenso talento de Carver. Apesar de falar de gente normal sem traços de genialidade, heroísmo ou arroubos românticos, o que mais impressiona na obra de Raymond Carver é o caráter descentrado de seus personagens, “caipiras de shopping center”, como os chamou seu primeiro editor. São histórias de alcoolismo e de casamentos em ruínas, protagonizadas por figuras anônimas da classe trabalhadora envolvidas em sua luta inglória e quase sempre perdida por uma vida dentro dos inalcançáveis padrões do sonho americano.  O estilo dos contos originais de Raymond Carver, desidratado de firulas retóricas, mas não de vozes humanas densas e palpáveis, adapta-se à perfeição a um neorrealismo americano que, em versão cinematográfica, resultou no excepcional Short cuts, filme de Robert Altman, de 1993, diretamente inspirado em vários dos textos incluídos neste Iniciantes. O livro da minha estante eu não empresto, mas ele ainda é encontrado nas boas livrarias.

 

História em Quadrinhos Nacional

03 (1)

O quadrinhista Caio Majado iniciou uma campanha no Catarse para financiar a impressão da sua nova HQ, “Explosiva”, a continuação de “TNT” publicada em 2012 em parceria com André Valente. Explosiva é uma super-heroína adolescente tipo a Supergirl, mas que não vem de outro planeta, que não tem identidade secreta e que não tem primo famoso. Aliás, o nome dela é Renata, ou Explosiva como é realmente conhecida, superfamosa e com milhares de patrocinadores. Ela usa vários uniformes, como uma boa adolescente vaidosa, e muda de acordo com seu humor. Criação de André Valente (roteiro), Caio Majado (argumento e arte) e Rod Fernandes (cor). O projeto está na plataforma colaborativa Catarse para viabilizar sua publicação. Entra lá e conheça um pouco mais sobre esse projeto.

Minicontando…

Sono

A palidez das luzes enfrentava, sem maiores resistência, o breu noturno. O motor barulhava, suave e sistemático, enquanto o carro deslizava pelo asfalto. A chuva fina no para-brisa, cantilena boa. Pálpebras pesando, mãos soltas do volante, madorna feito abraço acolhedor. Foi só um cochilo. Só que ela nunca mais acordou.

 

Tiau!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s