Show musical “Filho da Mãe” traz Paulo Gustavo e sua mãe Déa Lucia ao Teatro Feevale

O humor inteligente e sarcástico que satiriza as questões do dia a dia são marca registrada no trabalho de Paulo Gustavo. Uma de suas personagens mais icônicas, irreverentes e inesquecíveis, a Dona Hermínia, a protagonista de “Minha Mãe é Uma Peça” (2004) é uma que tem origem dessa forma. A inspiração? A própria mãe do humorista, Dona Déa Lucia.

E este trabalho foi um divisor de águas na carreira de Paulo Gustavo. O espetáculo o tornou conhecido nacionalmente e, após o início em um pequeno teatro, segue em cartaz até hoje em grandes casas para milhares de espectadores. Sua versão cinematográfica rendeu dois filmes e mais de 15 milhões de ingressos vendidos. E além de “musa inspiradora” desse trabalho, a mãe também conquistou os fãs com pequenas participações em projetos do filho.

No mês das mães, para celebrar essa relação entre mãe e filho, os dois sobem ao palco do Teatro Feevale para o espetáculo “Filho da Mãe“. No show musical ,os dois vão cantar e contar as divertidas histórias de tantos anos de convivência. A apresentação no Teatro Feevale, em Novo Hamburgo, será no dia 18 de maio (sábado), às 21 horas.

Os ingressos para o show já estão à venda com valores que vão de R$ 50,00 a R$ 180,00 – com meia-entrada conforme a lei e descontos para assinantes dos jornais do Grupo Sinos, para quem tem cartões Zaffari Card e Bourbon Card e Cartão do Assinante Jornal NH (conforme disponibilidade).

Filho da Mãe - foto2

O show musical

Com direito a uma super banda e direção musical de Zé Ricardo, o show nasceu da vontade de Paulo Gustavo resgatar o passado de Déa, que teve uma carreira de cantora até o início dos anos 2000, quando formou um grupo responsável por animar festas de casamento, eventos, bailes e até serestas. ‘Ela sempre quis ser cantora. Quando precisava nos sustentar, trabalhava em colégios durante o dia e cantava à noite, mas nunca fez um show assim, em teatro, com produção, cenário e banda. Quis dar este presente e fazer esta homenagem para ela’, conta o ator, que preparou uma superprodução para o primeiro encontro entre eles no palco.

A ficha técnica de peso conta com cenografia de Zé Carratu, iluminação de Marcos Olívio e figurino de Felipe Veloso. Ao longo do processo de ensaios, a dupla se dedicou a uma extensa preparação que inclui sessões de fonoaudiologia e muitas horas por dia com Zé Ricardo e a banda, quando se envolviam na concepção dos arranjos e na formatação do roteiro.

Acompanhados por André Siqueira (percussão) Claudio Costa (guitarra), Marcelo Linhares (baixo), Mauricio Piassarollo (teclado) e Wallace Santos (bateria), Paulo e Déa vão desfiar um repertório que remete à memória afetiva de ambos, além de alguns hits mais atuais. ‘Quem foi crooner sabe cantar de tudo e gosta de cantar de tudo. Vai ter espaço para muita coisa no show além das canções mais antigas. Tem bossa nova, mas também tem axé, samba e até funk’, enumera Déa, que ressalta a alegria de ter um desafio desse tamanho aos 72 anos.

Dividido por blocos temáticos, o espetáculo começa com standards de Bossa Nova, como ‘O Barquinho’ e ‘Lobo Bobo’, entre outras lembranças afetivas do passado musical deles, como ‘Faceira’, canção de Ary Barroso que Paulo gostava de ouvir a mãe cantarolar na infância. Entre uma brincadeira e outra, eles prepararam um set em que vão interpretar hits de boate, cada um de sua época. É quando se misturam sucessos de Wanderléa (‘Pare o Casamento’) com Anitta (‘Bang’) e Preta Gil (‘Sinais de Fogo’).

A ideia é que Déa e Paulo se divirtam no palco tanto quanto a plateia. O humor e a alegria – traços fundamentais na personalidade dela e inquestionável herança genética deixada para ele – dão o tom de toda a apresentação. Seja nas versões bem humoradas das canções, em duetos, nos cacos ou nas histórias que costuram todo o roteiro musical, a ordem é fazer a festa. ‘Ele acha que vou ficar sem graça com as brincadeiras, mas vou deixá-lo louco no palco’, promete Déa Lucia.

SERVIÇO
O que: Show Musical Filho da Mãe com Paulo Gustavo e dona Déa Lucia
Local do evento: Teatro Feevale (ERS-239, nº 2.755 – Campus II da Universidade Feevale. Novo Hamburgo /RS)
Quando: Dia 18 de maio (sábado), às 21h
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos
Duração: 80 minutos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s