Não desista

Agosto. Mês do desgosto? Não. A gosto.

Mais uma coluna escrita com carinho para esse portal que eu tanto amo. Deu uma atrasada, essa semana. Mandei mensagem para a Lidi e disse: “Lidi! Tô fazendo aqui, me perdoa!” – “Tina, fica bem tranquila! Sei que está na correria! Quando puder, me envia!”, ela disse. Escrever é algo que me faz muito bem. Amo tanto quanto desenhar. São coisas que me deixam leve, feliz. Então mesmo na correria, procuro sempre cumprir com tudo com o qual me comprometo. Fiz essa introdução para deixar claro que ser polivalente e multipotencial não me faz uma super-heroína capaz de multiplicar o meu dia em 3. E esse é um lembrete que eu preciso repetir aqui dentro, todos os dias, para não esquecer de que sim, há momentos onde simplesmente não damos conta, e isso também está bem. Acontece. Vou contar uma coisa que aconteceu, recentemente.

Uma aluna me perguntou qual é o segredo do sucesso. Respondi: “Não desistir.” Ela queria saber como eu tenho disciplina para criar tantos conteúdos e em tantos lugares diferentes, dar conta da casa, trabalho, estudos e ainda dar um jeito de sempre tirar as dúvidas dela.

Uma foto divertida que fiz em um dia de muito estresse, dizendo a mim mesma que “aqui não há espaço para negatividade!”

E eu respondi: “Quem disse que dou conta?” E é isso. Tem dias que vou dormir quase 2h da manhã. Trabalhei das 7h de sexta até 2h de sábado. Estava de pé às 8h, bastante sonolenta, mas já de volta ao trabalho. Não, não dou conta sempre. Tem dias que quero ficar quieta, enrolada na coberta e esquecer que tem rede social para alimentar, casa para limpar, trabalho por fazer. Mas eu não tenho opção. Uma das coisas exigidas pela idade adulta é assumir as nossas responsabilidades.

Há dois anos eu coloquei na cabeça que daria novos rumos para a minha presença digital. Comecei a estudar mais sobre marketing e branding em setembro de 2018. Através de muitas tentativas e erros, fiz alguns gols e em 2019 vi tudo deslanchar.

Meus cartões de visita com meu novo logo do estúdio.

Essa minha aluna disse que “não desistir era muito pouco… que ela achava que era preciso mais”. Mais? Não desistir é algo forte e difícil pra caramba!

Não desistir quando amigos deixam de acompanhar nosso trabalho. Não desistir quando a marca para a qual enviamos o orçamento não dá retorno. Não desistir quando, ao invés de estar vendo tv com o namorado, estamos trabalhando na madrugada. Não desistir de fazer o mercado criativo menos tóxico e mais colaborativo. Não desistir quando aquele conteúdo que demandou horas para ser construído, não recebeu nem 4 comentários. Não desistir quando percebemos que a pessoa que te pede ajuda todo dia no privado, deixou de te seguir. Não desistir quando somos copiados por aqueles que fingem não nos ver. Não desistir quando o cansaço nos vence e achamos que vamos ter um surto. Não desistir quando entramos no dia 144 #emcasa e estamos chegando ao número de 100k mortes dessa pandemia.

Não desistir quando passamos no doutorado dos sonhos, mas que não podemos cursar porque não ganhamos bolsa (sim, isso também aconteceu nessa pandemia. Fiquei triste? Muito. Mas a minha saída foi a de não desistir e tentar novamente em outro momento). Não desistir. Esse é o segredo. “Mas Tina, é muito difícil ter força e coragem o tempo todo!” Sim, é muito difícil. Por isso que não é sempre que eu sou forte e corajosa. Na verdade, eu sou é dedicada e responsável. Essas qualidades são importantes quando temos essa missão de não desistir de algo que queremos muito na nossa vida e que queremos que dê certo. Talvez sejam ainda mais importantes do que ter talento. Sabia?

Permanecer atentos, alertas, motivados. Nem sempre é fácil.

O mundo está repleto de ‘talentos preguiçosos’ e mãos trabalhadoras não tão talentosas assim, mas mais realizadoras. Ouch! Doeu? Era para doer, mesmo. Para sacudir.

Essa pandemia maluca está mexendo com todos nós. As cobranças internas e externas são inúmeras. Nos sentimos menos do que somos, mais cansados do que estamos, querendo que tudo passe logo. Mas não há previsão para isso acontecer.

Sinto que sou privilegiada por poder trabalhar com o que amo.

E a verdade é que não podemos adiar a nossa felicidade para sempre. Nem as tarefas que precisamos realizar.

Eu queria muito estar com meus pais. Queria muito. Mas, infelizmente, agora não posso. A saudade esmaga aqui dentro, mas preciso ser forte e aguardar. Esse ano eu estava com meu casamento marcado. Com a pandemia, adiamos para ano que vem. Não quis casar em meio ao caos, longe de quem amo e me é importante. Como já moro com meu noivo em um relacionamento de paz, amor e respeito, não tenho pressa. Mas é fato que a pandemia adiou muitos dos meus planos.

Achar espaço para florir e agradecer por mais um dia de luta.

Meu curso sobre criatividade está pronto, mas não será lançado na pandemia. Não seria eu, se o fizesse. Quando essa loucura toda passar e a economia melhorar, eu lanço meu curso on-line, feito com tanto carinho. Não há pressa.

Adiar alguns planos não é desistir deles. É esperar um pouco para transformá-los em realidade. E no fundo, é disso que todos nós mais precisamos. Esperar. Esperança.

Meu curso será sobre técnicas de desenho e demais habilidades criativas que podemos ampliar no nosso dia a dia.

A aspereza do mundo nos lixa, machuca. Sim, isso é verdade. Mas a aspereza também nos lapida e nos torna mais adaptados à nossa realidade. O processo machuca e eu não quero romantizar a dor. Não há beleza no sofrimento, de modo algum. Mas sabe no que há muita beleza? Na força imensurável que habita em cada um de nós, nos fazendo seguir em frente e sem desistir.

Não desista. Teu esforço de hoje não trará retorno imediato mas, lá na frente, algum eco positivo irá aparecer. Lembre-se: tudo na vida precisa de tempo… inclusive as coisas boas. Na verdade, elas precisam de mais tempo ainda, pois estão sendo preparadas por “Alguém” que nos conhece melhor do que nós mesmos.

Obra “Jardim da Resiliência Feminina”, de minha autoria. Aquarela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s